A magia (escondida) do Natal

As festas e reuniões de Natal são momentos intensos que tanto têm de maravilhoso como de desafiante.

As festas e reuniões de Natal são momentos intensos que tanto têm de maravilhoso como de desafiante. Mas são sem dúvida uma oportunidade maravilhosa para observar o fenómeno dos espelhos.

Todas as pessoas que nos rodeiam espelham algo nosso. Todas!

Sim, até aquelas que não gostamos tanto, que nos tiram do sério ou que só vemos nestas ocasiões e que perguntamos sempre como vieram ali parar. No entanto para a lei da atração e da ressonância, nada mais fácil do que juntar energias idênticas.

Para conseguires observar o fenómenos dos espelhos, terás que ir para além da aparente máscara que adoptamos socialmente. Terás que colocar os óculos energéticos que te permitem ver cada pessoa como uma amálgama de energias em permanente movimento. Nessa dimensão, serás capaz de aceder à dualidade de cada um e reconhecer que todos somos representantes da Luz e da sombra, numa busca permanente pelo equilíbrio das mesmas. Cada pessoa vive o seu dilema interno entre os condicionamentos do medo e o anseio pelo amor e pela liberdade de ser quem é. Cada um de nós tem uma história própria e individual que veio cumprir. Cada um de nós, através dos movimentos mais ou menos conscientes que fazemos, somos "usados" como agentes cósmicos de transformação uns dos outros.

Com as devidas lentes, poderemos ir para além do inútil julgamento do outro e aprender sim a perceber o fenómeno do espelho e descobrir o que o outro devolve de nós.

Embora o Natal seja um tempo de amor e compaixão, a verdade é que nem sempre estes encontros festivos são fáceis pois remexem nas nossas memórias, tanto da nossa infância como das vidas passadas e muitas vezes trazem ao de cima precisamente o que ainda vive escondido.

Para que aproveitemos então a época da melhor maneira deixo algumas sugestões:

- Aprende a olhar os outros não como um fim em si, mas sim como um meio ou espelho capaz de te mostrar algo de ti próprio. Se for positivo o que o espelho devolve, óptimo! Vê no outro a tua própria boa energia ou quem sabe um potencial inconsciente em ti à espera de ser manifestado. Se for negativo, aceita que também algo idêntico te habita. A lei da atração fez-te atrair essa pessoa e quanto mais depressa descobrires porquê, melhor! Considera por exemplo em que vida e em que circunstâncias poderás tu ter feito no passado uma figura idêntica.

O que procura?

Comentários