Clooney sobre acusações de abuso sexual contra Weinstein: "Indefensável"

O produtor de Hollywood foi alvo de inúmeras queixas por parte de mulheres que dizem ter sido vítimas de abusos sexuais.

George Clooney foi outra das personalidades que comentou as recentes acusações de abuso sexual feitas contra o produtor de Hollywood Harvey Weinstein.

O ator de 56 anos revelou que durante os projetos em que trabalhou com o cineasta nunca testemunhou qualquer comportamento abusivo por parte de Harvey, contudo não defende o colega.

“É indefensável. Esta é a única palavra que se pode dizer. O Harvey já o tinha admitido”, disse Clooney, durante uma entrevista ao The Daily Beast.

“Conheço o Harvey há 20 anos… jantamos, conversamos. Mas não vos posso dizer que tenha visto esse comportamento alguma vez…. Ouvi rumores que começaram nos anos 1990 e que falavam de várias atrizes que tinham dormido com ele para conseguir um papel. Parecia que queria diminui-las ao referir que elas não conseguiram o trabalho pelo seu talento”, afirma George, referindo que há quem acredita que as vítimas estão a ser pagas para falar.

Clooney, que também classificou o comportamento como “perturbador”, apelou para a necessidade das vítimas se sentirem seguras para revelarem o que realmente aconteceu. “Isto também deveria servir para que as pessoas percebessem que não pode haver abuso de poder, porque se isto acontecer vão ser expostas, envergonhadas e ainda processadas”, conclui.

Também Meryl Streep e Kate Winslet já comentaram o caso.

artigo do parceiro: NM

Comentários