Concorrente do «American Idol» que era lésbica é agora acusada de ser homofóbica

La'Porsha Renae de 23 anos afirma que a muita discriminação de que foi alvo a levou a repensar a sexualidade. Nas redes sociais, são muitos os comentários de apoio e de crítica.

La'Porsha Renae, uma das concorrentes do programa de talentos musicais «American Idol», que até agora nunca tinha escondido a homossexualidade, surpreendeu os fãs ao anunciar que decidiu deixar de gostar de mulheres. «Escolho ser heterossexual depois de ter sido lésbica durante dois anos», escreveu numa publicação na rede social Twitter. A intérprete de 23 anos decidiu assumir a nova opção depois de ser acusada de homofobia.

«Uma fobia é um medo e eu não tenho medo dos homossexuais nem os odeio. Eu respeito e amo toda a gente», justificou a cantora. Apesar do apoio dos admiradores, são muitos os que a criticam por considerarem que a homossexualidade não é uma escolha. «O meu irmão é gay porque já nasceu gay», pode ler-se num dos comentários. La'Porsha Renae foi uma das concorrentes da décima-quinta temporada do programa da televisão.

artigo do parceiro:

Comentários