O que leva uma mulher a fazer uma mamoplastia de redução

Muitas sonham com um decote farto mas quem tem o peito generoso acaba, muitas vezes, por o diminuir. Saiba como funciona a cirurgia estética que reduz o tamanho do peito.

Ter o peito demasiado grande é um problema que afecta a saúde física e psicológica de muitas mulheres. Além de complicações a nível da coluna, pode ser motivo para uma baixa autoestima. A intervenção cirúrgica para reduzir o peito chama-se mamoplastia de redução e é uma cirurgia muito procurada em Portugal. Francisco Melo, cirurgião plástico, refere que, apesar de menos mediática, é mais frequente do que as cirurgias de aumento.

Alguns dos motivos que levam as mulheres a procurar uma redução são:

- Dores nas costas

A coluna tenta compensar o excesso de peso e a pressão que o peito faz para a frente e os músculos e os ossos acabam por se ressentir.

- Complexo psicológico

Para além do facto de chamaram a atenção, as mulheres sentem-se muito frustradas por não encontrarem roupa do seu tamanho. No período estival, a impossibilidade de usar biquíni, por causa do seu decote generoso, também interfere com o seu psicológico.

- Vida condicionada

Outras razões incluem a dificuldade em ter uma vida normal, como praticar certos desportos ou executar outras tarefas. A mulher que procura a consulta por ter excesso de peso no peito costuma, para além disso, tê-lo descaído, o que sobrecarrega a musculatura vertebral.

Uma decisão que exige consenso e validação

Costuma chegar-se a ele depois de um consenso entre a assessoria do cirurgião e a vontade da mulher que quer reduzir o peito. É essencial que o especialista insista com a paciente que o tamanho inicial da redução mamária evolui, ficando com um tamanho final ainda menor.

Em oito ou 10 anos, muitas mulheres que reduzem o peito acabam por implantar próteses mamárias. A ideia é colocar a saúde em primeiro lugar, sobretudo a das costas, que é a que mais costuma sofrer com um peito grande, e criar uma harmonia corporal. O que se procura é, acima de tudo, a harmonia e a estética.

Veja na página seguinte: Como se processa a cirurgia

Comentários