Radiofrequência para eles é uma tendência em ascenção

Muitas mulheres recorrem a este método para eliminar a celulite e combater a flacidez mas o número de homens que o usa para combater os tecidos moles tem vindo a aumentar.

Ainda que continuem a ser em menor número, os homens já rivalizam com as mulheres no recurso a tratamentos estéticos, sendo a gordura abdominal uma das suas principais áreas de intervenção e de preocupação deles. A radiofrequência, um dos mais procurados, baseia-se na emissão de ondas elétricas que aquecem o tecido gordo subcutâneo. O aumento da temperatura da derme, que pode atingir os 55º C, produz três efeitos.

Este procedimento estimula a síntese de novo colagénio e impulsiona a circulação sanguínea. Durante o processo, pode ainda produzir a ruptura da membrana das células que aprisionam a gordura, possibilitando a sua eliminação. O equipamento habitualmente utilizado, denominado Accent, dispõe de duas cabeças que são aplicadas alternadamente durante o tratamento para combater a flacidez cutânea e a celulite.

Este tratamento também pode ser aplicado, com bons resultados, no rosto, conseguindo um efeito lifting. Apesar dos avanços nesta área face às últimas décadas, o caminho a percorrer ainda é longo. «A procura de procedimentos estéticos masculinos tem vindo a aumentar mas continuam a ser poucos os estudos específicos para este segmento da população», criticam, contudo, os especialistas do site DermatologyTimes.

artigo do parceiro:

Comentários