Manteigas de frutos secos que se fazem em casa num ápice

Mais saudáveis do que a margarina e a manteiga à base de natas, os cremes vegetais para barrar também podem ser usados para cozinhar alimentos.

Nos últimos anos, a manteiga e a margarina têm estado na mira das críticas de muitos nutricionistas, que desaconselham o seu consumo. Muitos sugerem mesmo a sua substituição, com conta, peso e medida, por manteigas à base de frutos secos, como a de amendoim, a de avelã e a de amêndoa. «A melhor forma de evitar ingredientes indesejados, é fazer a sua manteiga em casa», sugere a nutricionista Lilian Barros.

O processo não podia ser mais simples. Selecione um fruto seco (que pode ou não ser tostado) e triture-o num robô de cozinha durante vários minutos, até formar uma pasta. Guarde-a, depois, no frio, num frasco esterilizado. Se preferir, pode juntar diferentes tipos de frutos secos, para obter uma pasta de barrar ainda mais rica.

A dose ideal

Apesar de mais saudáveis, o seu consumo deve ser moderado. Uma colher de sopa é a dose diária recomendada pela nutricionista. De preferência, devido ao seu alto grau calórico, opte pelo seu consumo ao pequeno-almoço ou antes da prática de exercício físico. No caso da manteiga de soja, não ingira mais do que uma colher de chá por dia.

Quem não deve comer

Evite estes alimentos se possuir alergia ou intolerância alimentar a algum dos seus constituintes ou se tiver um estilo de vida muito sedentário, com baixo dispêndio de energia, uma vez que estas manteigas são muito calóricas.

O que não deve constar no rótulo

Se não quiser ter trabalho, pode adquirir manteigas à base de frutos secos de compra, mas não serão tão saudáveis. Para se certificar de que está a comprar um produto saudável, verifique os ingredientes que a sua manteiga não deve incluir. À excepção da gordura naturalmente presente no alimento que dá origem à manteiga, a manteiga não deve incluir outras, como o óleo de palma. Os níveis de sal e de açúcar também devem ser mínimos.

artigo do parceiro:

Comentários