Temperaturas de 40 graus negativos provocam várias mortes nos Estados Unidos

Temperaturas perigosamente baixas, responsabilizadas por nove mortes, estão a afetar uma larga parte dos EUA, congelar torres de água no Iowa, suspender transportes fluviais em Nova Iorque e provocar a abertura de centros de aquecimento no sul.
créditos: Scott Olson/Getty Images/AFP

“Temos um grupo de doentes que vem das ruas para escapar ao frio. Temos dezenas e dezenas todos os dias”, detalhou Brooks Moore, subdiretor médico do departamento de emergência do Grady Health System, que gere o maior hospital do Estado da Geórgia, em Atlanta.

O fio é responsabilizado por, pelo menos, nove mortes na semana passada. Em St. Louis, revelou a polícia, um sem abrigo foi encontrado morto dentro de um caixote do lixo, congelado, depois de as temperaturas terem caído para 21ºC negativos.

No sul do país, foram mesmo abertos vários centros de aquecimento nos Estados do Louisiana, Mississippi e Alabama. No Estado do Texas, a forte queda das temperaturas noturnas provocou raros nevões tão a sul, quando Austin, e vários acidentes automóveis pelo estado das estradas ao longo do Estado.

Em Savannah, no Estado da Georgia, onde a temperatura média em janeiro é de 16ºC, foi vista neve na noite de segunda para terça-feira, cuja queda pode aumentar até quarta-feira. “Eu nunca vi neve em Savannah, parágrafo”, afirmou um gestor de restaurante local, Sean Dempsey, que previu: “Basicamente, esta cidade vai fechar”.

artigo do parceiro: Nuno de Noronha

Comentários