Muitas das vezes, em questões de separação ou divórcio, as explicações acabam por não variar muito. Afastamento, falta de respeito, impacto na auto estima, traição, etc... são algumas das razões, no entanto, são muitas das vezes motivos mais superficiais do que as reais. O que acontece inúmeras vezes é que peculiaridades e o que parecem ser pequenas coisas, com o tempo, acabam por tornar-se num bolo grande que levam à ruptura. Lá está... 'vai-se enchendo o pacote até que rebenta'. O que à partida podem parecer caprichos das mulheres, a longo prazo tornam-se motivos substanciais para uma ruptura. Generalizações à parte, aqui ficam alguns hábitos nas mulheres que chateiam alguns homens.

Enigmas

Os homens são diretos e gostam de uma linguagem clara por isso, quando as mulheres querem dizer algo, mas não o podem fazer diretamente, recorrem a charadas ou algo semelhante. Ora, tendencialmente os homens não conseguem descodificar este género de adivinhas portanto, quando uma mulher quer ser entendida, deve falar claramente para evitar ser interpretada de forma diferente.

Usar o corpo como arma

A bem da verdade, isto é um claro exemplo de manipulação. Seduzir ou até utilizar o sexo como moeda de troca para conseguir o que quer pode funcionar durante um tempo, mas assim que o homem se aperceber, o volte-face pode não ser nada favorável.

Invadir espaço privado

Entrar pela casa de banho quando ele lá está, por exemplo, é algo que se deve evitar. As mulheres costumam sentir-se à vontade umas com as outras neste género de situações, mas os homens gostam do seu espaço e de se sentirem tranquilos e seguros.

Querer ser igual às mulheres que aparecem nas revistas

Sabia que os homens têm uma ideia de beleza algo diferente das mulheres? Preferem a variante natural a algo carregado ou muito acentuado. Psicologicamente, vai parecer que quem adota uma vertente mais natural (e sim, consegue-se fazer este look com makeup), é uma mulher com auto-estima sã e não tem vergonha de si mesma, contrariamente a quem o faz em demasia.

Falsas esperanças

Por certo já ouviu dizer 'elas casam na esperança que eles mudem e eles na esperança que elas nunca mudem' e, em grande parte, é verdade. Há mulheres que se apaixonam pelas potenciais possibilidades dos homens, mas ao fim de um tempo sentem-se defraudadas com as mesmas e tudo porque, colocaram na cabeça uma tipo de visão que nunca foi falada com quem têm ao lado. Portanto, antes de elaborar um plano mental face a filhos, carreira, viagens, etc... aborde os tópicos de forma clara e sincera, para que as vossas visões de futuro coincidam.

Manipular

Não augura nada de bom a médio/ longo prazo... isto é ponto assente! Por outro lado, uma grande parte de homens ainda tem receio de mulheres inteligentes e independentes por isso, e tendo em conta que a manipulação é sinónimo de alguém que revela uma grande inteligência, o melhor mesmo é que se construa um relacionamento com base na honestidade e confiança.

Criticar outras mulheres

Quanto mais críticas fizer, mais convence o seu parceiro das suas incapacidades e está a revelar as suas inseguranças e invejas.

Dar ordens

É algo inato nos homens quererem ser os chefes de família, no sentido de proteção, controlar situações e na tomada de decisões. Ora, sentirem-se como que diminuídos ou se sentirem um complemento de uma mulher com mais poder, é algo que os pode fazer abandonar um relacionamento.

Higiene

Sim... eles também controlam cuidadosamente a higiene pessoal e a limpeza geral da casa.

Perguntas com rasteira

Se não quer saber a resposta não pergunte! O velho clássico “Achas que estou mais gorda?” e outras parecidas só vão trazer chatices, já para não falar que eles vão sentir-se encurralados e sem saber como responder.

Transformar-se numa “criança”

Comparativamente aos homens, as mulheres conseguem falar muito mais e intensamente sobre os assuntos mais corriqueiros do dia a dia. Os homens são um pouco mais terra a terra e tudo o que fuja a essa rotina assusta-os um bocado. Não saber controlar as emoções, a impulsividade e, por conseguinte, a si mesma, é algo que não lhes agrada muito. Não se está a dizer que não se deve falar nem demonstrar sentimentos, como é óbvio, mas controlar um pouco o que se diz e a maneira como se diz é uma boa alternativa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.