Os homens estão sempre prontos para o sexo? A maioria das mulheres acha que sim e eles também não se importam nada de passar essa imagem! Sarah Hunter Murray, terapeuta relacional, investigadora e autora do livro "Not always in the mood: The new science of men, sex and relationships", americana, assegura que, ao contrário da ideia pré-concebida que existe, há alturas em que eles não estão mesmo nada para aí virados.

A especialista chegou a essa conclusão depois de entrevistar e inquirir 200 homens heterossexuais, comprometidos, com idades entre os 18 e os 65 anos. "O estereótipo que existe na nossa sociedade é o de que os homens estão sempre prontos e interessados em sexo mas, muitas das vezes, não lhes apetece", assegura Sarah Hunter Murray. "Com a idade, o desejo sexual diminui", justificou numa entrevista promocional.

"Muitos homens com quem falei para o meu estudo assumiram-me que, quando fizeram 40 anos, o sexo deixou de ser uma prioridade e que a preocupação maior passou a ser dormirem uma noite descansada para, de manhã, irem para o trabalho e para levarem os filhos à escola", revelou a terapeuta relacional.

O desgaste que as relações vão sofrendo com a passagem do tempo também está na origem dessa perda de interesse. "Se eles se sentirem emocionalmente desligados das parceiras, terão menos vontade de ter sexo", sublinha Sarah Hunter Murray.

Outra coisa que a investigadora descobriu foi que, ao contrário do que muitas mulheres pensam, (muit)os homens gostam que sejam elas a lançar a escada para um momento escaldante. "Uma das conclusões a que cheguei foi que eles querem sentir-se desejados, o que é surpreendente porque também vai contra a crença tradicional", afirmou ainda Sarah Hunter Murray na entrevista que deu ao programa de televisão "Today".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.