Não há nada mais desmotivante e, por vezes, de “perder a cabeça” que é chegar a casa cansado e ter a casa de pantanas. Há alturas então... que até dá vontade de dar meia volta e voltar a sair! Fazer as mesmas coisas todos os dias, repetir o que se deve ou não fazer à restante família, o cansaço acumulado, a preguiça, enfim... mas, no fim de contas, é tudo uma questão de otimizar o seu tempo e de agir de imediato. Vai ver que quando colocar estas dicas em prática, até se vai sentir melhor em casa, a mesma parecerá mais limpa e, o mais importante, ficará mais satisfeito consigo mesmo, chegando mesmo a ter um bocadinho de orgulho. E não se esqueça... Para haver organização tem de existir método!

Deitar fora

Bom, se é para começar do zero, o melhor é livrar-se das coisas que não usa e que só estão a encher os armários: roupa, revistas antigas, bibelots, etc... Doe, aproveite as revistas para lavar as janelas, o que seja... mas livre-se da tralha que não usa!

Organizadores

Ideais para guardar aqueles itens mais pequenos, brinquedos, maquilhagem, sapatos, etc... por exemplo, sabe quando chega a altura de entregar o IRS e anda pela casa à procura da documentação? Pois bem, nada como ir colocando tudo para dentro de uma gaveta ou de uma caixa organizadora e assim, quando chegar a altura, está tudo no mesmo sítio.

Colaboração da família

Há que incutir o verbo 'partilhar' em vez de 'ajudar'. Mais tarde os seus filhos vão agradecer... Sendo assim, sentem-se todos para distribuir tarefas: intercalar quem lava a louça, quem limpa e aspira, quem lava a casa de banho, etc... a casa é o lar de todos por isso, todos têm de contribuir quando têm idade para tal! Se forem filhos muito pequenos opte por ensiná-los a 'puxar as orelhas' à cama e a colocar os brinquedos em caixas depois de brincarem. Não desespere porque tal leva tempo, mas a repetição diária vai fazer com que apreendam o mesmo.

Tudo no mesmo sítio

Estar constantemente a mudar tudo do lugar ou não o colocar no sítio destinado, parece que não é nada de importante, mas quando se está cansado ou com pressa é algo que pode irritar e fazer perder tempo. O ferro de engomar, a tábua, a vassoura e outros itens do dia a dia devem estar e ficar sempre no mesmo sítio depois de usados.

'Apanhar' a roupa

Quando retira a roupa do estendal arrume de imediato a que não precisa de ser passada a ferro, dobre a restante e coloque-a no cesto correspondente. Se se puser a amontoar a roupa, todas vão precisar de ser passadas a ferro, já para não falar que terão mais vincos.

Cozinha

Já reparou como uma casa inteira parece mais desorganizada e até suja quando há louça acumulada na cozinha?! Mas tudo bem, nem sempre há tempo por isso, empilhe a louça e coloque-a na bancada porque pelo menos não vai parecer que foi só mandar para dentro da pia, nem estará espalhada pelos quatro cantos da cozinha. Enquanto está a cozinhar habitue-se a guardar os condimentos que usou e que já não precisa, a colocar no lixo as cascas da batata, a ter sempre um pano húmido para limpar qualquer tipo de sujidade, a colocar a louça suja na máquina, etc... se for sempre limpando e arrumando enquanto está a fazer e/ou a aguardar por outra tarefa, no fim das refeições terá muito menos trabalho.

Casa de banho

Um pouco como a cozinha, ou seja, caso o lavatório esteja sujo parece que tudo está imundo. Assim, um pouco de detergente numa esponja e lavar o mesmo é coisa para 1mn.

Cama

Não tem tempo para fazer a cama do jeito que gosta? Puxe a roupa da cama para cima e estique o edredon. Não fica perfeito, mas fica composto.

Armário de roupa

Caso tenha experimentado uma roupa que afinal não vai usar, não a guarde às 'três pancadas'. Mais vale deixá-la em cima da cama e arrumar mais tarde, em vez de a colocar de qualquer maneira dentro do armário.

Pisos laváveis

Caso os tenha passe uma esfregona húmida com detergente. É num instante, é inevitável o cheiro a limpo pela casa e minimiza o trabalho no dia da limpeza.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.