Partilhar a casa com um gato pode ser bastante agradável. Para facilitar a vida de donos e animais, conheça cinco conselhos para reduzir os odores do gato:

  1. Excrementos - Cobrir a caixa de areia do animal com pérolas de sílica que neutralizam o odor. Em alternativa, coloque areia aglomerante à base de pequenos grãos de argila que se agregam quando molhados, e onde se pode adicionar desodorizante para reduzir odores indesejáveis.
  2. Alimentação - As rações não são todas iguais. Assim como os humanos, também os gatos precisam de cumprir determinadas dietas consoante a idade que têm ou o estado de saúde que atravessam. Algumas rações reduzem os odores naturais do felino, aconselhe-se junto do seu veterinário sobre as soluções adequadas.
  3. Higiene dentária - O hálito do gato sugere que este esteve a comer peixe, mas tem a certeza que lhe deu apenas ração. O mau hálito poderá resultar da acumulação de bactérias nos dentes do gato, sendo aconselhável a introdução de croquetes para gatos que têm um efeito de escovagem ao serem mastigados, o que acaba por reduzir a acumulação de bactérias que formam a placa dentária.
  4. Banho - A higiene dos gatos é assegurada pelos próprios, várias vezes durante o dia. Se dar-lhe banho com água lhe parece impensável, utilize novas soluções como champô seco para gatos que limpam e amaciam o pelo, enquanto neutralizam odores.
  5. Pêlo - De pelo abundante, os gatos parecem suportar sem constrangimentos a sua fisionomia. Ainda assim, durante o tempo quente, ajude-os no combate à formação de bolas de pelo: escove o felino suavemente no sentido de crescimento da fibra capilar e administre-lhe uma pasta que previna a formação de bolas de pelo através do sistema digestivo. Esta pasta com sabor agradável pode ser misturada na ração ou dada como guloseima.

As sugestões são dos especialistas da Paravet.

Veja também: Goste-se ou não, os gatos fazem bem à saúde

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.