Não conseguem estar quietas durante muito tempo e as suas são a prova disso!

As crianças são do mais irrequieto que há, sobretudo agora que estão de férias e o calor convida a (ainda mais) traquinices.

Antes de partir de férias, veja o que tem de fazer e o que não pode esquecer para um descanso em família tranquilo.

Viagem segura

Se vai viajar com crianças prepare-se para se manter activa durante toda a viagem para que os pequenos não se aborreçam. Leve brinquedos e recorra a jogos e canções para animar e faça paragens regulares durante o caminho.

Escolha o itinerário mais seguro e as alturas do dia mais frescas para as suas deslocações. Ter um saco de plástico à mão para eventuais manifestações de enjoo é um truque antigo, mas muito útil.

A praia certa

Fazendo-se acompanhar de crianças, a praia deve ser escolhida a pensar nelas: vigiada, sem rochas, com pouca ondulação e de águas pouco profundas. Deve estar resguardada do vento, ter areia fina e limpa e acessos fáceis.

Evite praias cheias de gente e instale-se perto de um ponto de referência, como a bandeira ou uma esplanada. Ao chegar ao areal, coloque as braçadeiras ou o colete à criança e retire-os apenas no momento de regressar a casa. Mantenha os olhos bem abertos, prestando atenção às brincadeiras do seu filho, tanto na água como na areia.

Picadas de Verão

As melgas e mosquitos não são os únicos insectos que ameaçam o Verão. Há ainda as abelhas e vespas. Se o seu filho for picado por um destes bichos, mantenha a calma e retire-lhe o ferrão com uma pinça ou raspando a área, mas sem espremer o local.

De seguida, aplique gelo para diminuir o inchaço e a dor. O uso de cremes que combinem um anti-histamínico, um corticosteróide e um analgésico poderá ser de grande utilidade.

O temível peixe-aranha

A picada provoca uma dor terrível, que pode durar entre duas a 24 horas. Retire o veneno do local afectado, espremendo a zona da picada com os dedos ou utilizando uma pinça. Para aliviar a dor, utilize um spray específico à venda nas farmácias ou sirva-se de temperaturas muito altas ou muito baixas: gelo ou água quente.

Nos casos mais graves podem surgir vertigens, náuseas, hipertermia, dores de cabeça ou convulsões. Mas, para não chegar a essa fase, previna em vez de remediar. Calce umas sandálias de plástico à criança, sobretudo em dias de maré baixa.

Veja na página seguinte: Os cuidados a ter com a protecção solar

Protecção solar infantil

Até por volta dos dois anos, as crianças não bronzeiam. «Não formam pigmento por estimulação solar, sendo portanto muito mais susceptíveis aos danos solares», explica Miguel Trincheiras, dermatologista.

Por isso, e por regra, não devem ser expostas directamente ao sol. No entanto, como sabemos que isso é impossível, devemos apostar na fotoprotecção:

«Proteja os seus filhos com fotoprotectores minerais, que reflectem a radiação solar e são muito mais eficazes contra os UVA», aconselha. Complemente com o uso de uma t-shirt branca de algodão, chapéu de abas largas e óculos de sol.

CUIDADOS SUPLEMENTARES

Seja qual for o destino que escolher para estas férias, os miúdos vão divertir-se desde que os adultos previnam alguns perigos.

Praia
Zona interdita entre o meio-dia e as quatro da tarde, quando o sol está mais forte. Aplique o protector solar antes de sair de casa e renove a aplicação de duas em duas horas e após o banho.

Campo
Se tem espírito de campista os miúdos vão beneficiar da descontracção da
vida no parque e do contacto com a natureza. Só mesmo os mosquitos
e outros insectos poderão atrapalhar.

Cidade
A poluição e o stress são os grandes inconvenientes deste destino repleto de programas culturais. Não perca de vista os seus filhos nem por um segundo pois eles dispersam-se facilmente no meio da multidão.

Serra
Ideal para quem procura fugir à confusão das zonas turísticas, respirar ar puro e prescinde da praia. No entanto, preste atenção aos incêndios e ao isolamento que, em excesso, pode aborrecer as crianças.

Texto: Vanda Oliveira com Joana Marques e Miguel Trincheiras (dermatologista)
Foto: Artur (com produção de Mónica Maia)

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.