Um turista de Taiwan pagou 25 euros por uma bola de gelado em Florença, em Itália. O homem estranhou o preço e, mais tarde, queixou-se do mesmo ao guia turístico que o acompanhava na visita à cidade.

Ambos regressaram ao estabelecimento para protestar contra o valor pago e confirmar o mesmo no preçário. No entanto, a consulta do mesmo foi vedada ao cliente. A polícia municipal acabou por ser chamada à gelataria.

O estabelecimento foi multado em 2 mil euros por esconder os preços dos produtos aos clientes.

Questionados sobre os elevados preços praticados, os responsáveis pelo estabelecimento justificaram a "alta qualidade do produto", escreve a agência Europa Press.

Em Itália, tal como em Portugal, os estabelecimentos como bares e restaurantes são obrigados a ter os preços visíveis e facilitar a sua consulta.