A Shimunia agrada o dramatismo do elemento natural, seja em ocasos de céus violentos, campos de flores garridas ou firmamentos tempestuosos. Nas suas criações, a artista russa recorre a dezenas de diferentes cores, alcançando a proeza de as mesclar e sobrepor gerando imagens tridimensionais.

Pequenos cenários que cabem na palma da mão, alguns deles trabalhados digitalmente, à posteriori, para gerar imagens dinâmicas onde a artista interage com as suas criações.

Vera Shimunia, autodidata, lançou-se no bordado em 2015 e encara-o como uma forma de “pintar” usando recursos e matérias-primas diferentes. A russa não esconde o fascínio pelo trabalho do génio holandês do impressionismo, Vincent Van Gogh.

A criadora russa comercializa os seus bordados na loja que criou na plataforma online Etsy. Partilha, ainda, o seu trabalho no Instagram.