Miúdos que consomem mais açúcar têm mais probabilidade (78%) de serem mal-comportados. Por outro lado, as bebidas açucaradas parecem desencadear mais comportamentos de risco do que os doces e os chocolates.

Num estudo conduzido em 26 países por cientistas italianos e israelitas, onde foram inquiridas 100.000 crianças de 11, 13 e 15 anos, foi perguntado às mesmas quantas bebidas açucaradas bebiam e em que medida alinhavam em comportamentos de risco como lutar, fumar e fazer bullying.

Concluiu-se que aqueles que consumiam mais açúcar tinham mais tendência para se portarem mal, segundo o jornal The Sun.

O estudo descobriu ainda que, “uma vez que as bebidas açucaradas também contêm muitas vezes aditivos, incluindo cafeína, é possível que o açúcar em combinação com alguns desses aditivos, faça dos refrigerantes um potenciador de energias mal canalizadas”.

Refira-se que o consumo elevado de açúcar foi relacionado com comportamentos belicosos em 23 dos 26 países.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.