A Organização Mundial de Saúde (OMS) volta a advertir para o perigo das cesarianas desnecessárias, revelando que o risco de ingressar na Unidade de Cuidados Intensivos é dez vezes maior após uma cesariana planeada do que um parto normal.

E esse aumento de risco não tem qualquer benefício para a saúde dos recém-nascidos, salvo quando estes não se encontrem virados de cabeça para baixo.

Para chegar as estas conclusões, os investigadores da OMS basearam-se nos dados estatísticos dos partos nos países do continente americano, africano e asiático.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.