Entre 2006 a 2011, "o índice sintético de fecundidade apresentou oscilações entre 1,35 e 1,40, tendo posteriormente descido até 1,21 filhos por mulher em idade fértil, em 2013", referem as Estimativas de População Residente em Portugal, hoje divulgadas.

No ano passado, atingiu-se o valor de 1,36 filhos por mulher em idade fértil, "o que traduz uma recuperação face aos valores observados entre 2012 e 2015", acrescenta o INE.

Quanto à esperança média de vida à nascença, no triénio 2014-2016, foi estimada em 80,62 anos para o total da população, sendo 77,61 anos para os homens e 83,33 anos para as mulheres. "Embora as mulheres continuem a ter uma esperança de vida superior, a expectativa de vida de homens e mulheres tem vindo a aproximar-se, com maiores ganhos a registarem-se na população masculina", aponta o INE.

Na última década a esperança de vida à nascença da população aumentou 2,44 anos, mais 2,80 para os homens e 2,00 anos para as mulheres, reduzindo-se o diferencial entre os dois grupos, de 6,52 para 5,72 anos.

Menos população

O número de habitantes em Portugal desceu em 2016 relativamente a 2015, com menos 31.757 pessoas, mantendo-se a tendência de decréscimo da população, embora se tenha atenuado nos últimos três anos. A população residente em Portugal foi estimada em 10.309.573 pessoas, menos 31.757 na comparação com 2015. Este resultado traduziu-se numa taxa de crescimento negativa de 0,31% (era 0,32% em 2015) e reflete a conjugação dos saldos natural e migratório negativos.

Nos últimos sete anos, a população de Portugal reduziu-se em 264 mil pessoas, mantendo-se a tendência de decréscimo populacional verificada desde 2010, ainda que se tenha atenuado nos últimos três anos", acrescenta o INE.

Veja ainda: Como dormem os casais que estão à espera de bebé?

O envelhecimento da população portuguesa acentuou-se em 2016, quando o número de jovens, com menos de 15 anos, desceu para 1.442.416, ou seja, menos 18.416 na comparação com o ano anterior, enquanto o número de pessoas com 65 anos ou mais aumentou para 2.176.640, mais 35.816.

No ano passado, Portugal tinha 285.616 habitantes com 85 anos ou mais, um número superior em 12.234 àquela registado um ano antes.

O número de idosos é superior ao dos jovens desde 2000. Na análise de uma década, o INE refere que, "em 2006, por cada 100 jovens residiam em Portugal 112 idosos, valor que aumentou para 151 em 2016".

Quanto ao índice de dependência de idosos, em 2006, por cada 100 pessoas em idade ativa, residiam em Portugal 26 idosos, número que passou para 33 em 2016.

Do total de residentes em Portugal, 5.427.117 são mulheres e 4.882.456 são homens.

Em 2016, o número de nascimentos aumentou novamente, para 87.126 nados-vivos, mas não foi suficiente para compensar o número de óbitos, que atingiram 110.535.

Assim, o saldo natural negativo manteve-se, ficando nos 23.409, quando em 2015 era 23.011.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.