O corpo da mulher está já naturalmente “desenhado” e preparado para o parto. Durante toda a gravidez, o nosso corpo, para além da tarefa muito importante de nutrir e proteger o nosso bebé, está a preparar-se e a ajustar-se para o momento do parto.

Assim, é muito importante que estejamos atentos aos seus sinais e o respeitemos para que todo o parto ocorra da forma mais fisiológica, natural e tranquila possível:

- Assumir a posição mais confortável em cada momento, por mais estranha que possa parecer. Ao longo de toda a fase de dilatação existirão diferentes posições em que sentiremos um alívio da dor e um maior conforto;

- Mantermo-nos activas, pois a mobilização da bacia juntamente com a acção da força da gravidade quando estamos com o tronco em posição vertical são essenciais para a progressão do bebé no canal vaginal. A bola de pilates poderá ser muito útil pois permite realizar muitos exercícios diferentes de forma muito confortável;

- Gerir o cansaço, alternando períodos de movimento com períodos de repouso, pois o parto é uma prova física exigente;

- Gerir o stress emocional, eliminando dentro do possível todos os factores que possam retirar a nossa atenção do trabalho de parto e causar ansiedade à mãe e ao bebé e encontrar estratégias que nos ajudem a relaxar e a mantermo-nos tranquilas, como tomar banho, ouvir música ou realizar exercícios de relaxamento e/ou respiratórios;

- Conectarmo-nos com o nosso bebé. Porque o parto é como que uma “dança” entre mãe e bebé, visualizar o seu bebé e falar com ele poderá ajudar a que ambos se sintam mais tranquilos e em sintonia.

É importante confiarmos em nós próprias e no nosso corpo para que este possa desempenhar uma tarefa para a qual já está naturalmente preparado.

Inês Guimarães
Fisioterapeuta, Centro do Bebé

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.