Será possível gostarmos (ainda) mais de celebrar o aniversário de outra pessoa do que o nosso? Sem dúvida! E, se é mãe, sabe-o bem. Não haverá aniversário mais importante do que o do seu filho. Nesse dia, tal como em muitos outros, fará tudo para que ele se sinta especial e feliz, para que viva intensamente aquelas horas e para que cada aniversário se torne uma boa recordação da sua infância, como habitualmente costumam ser.

Porque sabemos que isso é essencial, a seguir, encontra algumas ideias e sugestões, validadas por especialistas neste tipo de eventos, que a podem ajudar a criar uma festa de anos fantástica e memorável. Para si e, principalmente, para o seu filho! Se tiver em conta muitas das regras e das recomendações que lhe damos de seguida, será meio caminho andado para o conseguir, sem grande stresse e ainda menos preocupações.

A primeira coisa que tem de definir

Planear é a regra-base para que a festa se torne um sucesso e deve ser posta em prática cerca de um mês antes do grande momento. Converse com a criança sobre o aniversário que gostaria de ter, se prefere algum tema para a festa e quantos amigos gostaria de convidar. Elabore a lista de convidados, incluindo os adultos,, tendo em conta que cerca de 15% não estarão presentes, principalmente se for de semana.

"As festas ao fim de semana, geralmente, têm mais pessoas", referiu fonte da empresa Oficina de Sonhos à edição impressa da revista Saber Viver. Depois, face ao valor que pensa gastar, pondere que tipo de festa irá fazer. Pode fazê-la em casa, tendo de preparar algumas diversões ou contratando entertainers infantis. Fora de casa ou, então, na escola do seu filho, se esta o permitir, uma opção à partida mais económica.

O que as festas fora de casa exigem

Prepare-se para encontrar um sem número de entidades que promovem este tipo de eventos quando começar a fazer uma pesquisa. Peça referências a pessoas de confiança. Caso tenha de se aventurar numa triagem, organize um quadro no qual deve incluir uma série de tópicos, como o custo por criança, o custo por adulto, o número mínimo e o máximo de crianças, a duração da festa e as atividades envolvidas.

É preciso também averiguar a existência de monitores e sua formação, verificar se a entidade organizadora tem seguro, garantir o envio dos convites, confirmar a inclusão do menu do lanche e do bolo de anos, assim como as roupas e o calçado especial que o aniversariante usará. Visite os espaços para assegurar-se das suas condições e se a zona é de fácil acesso. Faça a reserva entre duas a três semanas antes da festa.

Os cuidados a ter com as festas em casa

Tanto pode contratar uma empresa para desenvolver atividades de entretenimento como ser você mesma a criá-las. Se optar pela segunda hipótese, mentalize-se que não pode fazer tudo sozinha e peça ajuda a alguém mais próximo. Uma semana antes, deverá fazer uma lista final "dos artigos do menu, jogos, prémios e artigos descartáveis, assegurando-se que tem o suficiente para cada convidado", recomenda a empresa Oficina de Sonhos.

"É aconselhável ter um pouco extra", refere ainda a mesma entidade. Um dia antes, decore a casa e liberte uma área para os mais pequenos brincarem. Coloque aí jogos adequados à idade das crianças, um leitor de CD ou um leitor de mp3 com uma coluna portátil com música infantil. Se preferir, escolha alguns filmes. Planear os momentos de ocupação das crianças é uma tarefa essencial.

As preocupações com a ementa

Em dia de festa, as regras de uma alimentação saudável podem ser quebradas, mas não exagere. Prefira as sobremesas caseiras às compradas já feitas. A gelatina, que os mais pequenos adoram, é sempre uma opção saudável. Inclua também uma salada de fruta fresca. Como a enlatada contém mais açúcar, é de evitar. Sirva sumos naturais feitos no momento e sem açúcar, em vez dos refrigerantes habituais.

Evite também molhos como a maionese, especialmente se a festa do seu filho acontece nos meses mais quentes. Para as sandes, resista ao pão de forma embalado, que mais oferece gordura. Opte por pão de mistura, cortando fatias finas e retirando as côdeas. Eles nem vão notar. Nos sacos que oferta que distribui às crianças no fim da festa, evite as guloseimas mais açucaradas, como é o caso das gomas, das pastilhas e dos chocolates.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.