Já lá vão três anos desde que Angelina Jolie e Brad Pitt anunciaram que se iriam divorciar. Este foi um dos momentos mais difíceis da vida da atriz de 44 anos, conforme a própria o confessou numa entrevista ao Madame Figaro.

"Não sei qual é o meu destino, mas estou convencida de que estou num período de transição, como um retorno às minhas raízes, um retorno a mim mesma. Porque perdi-me um pouco", admitiu.

Entretanto, acrescentou: "Senti uma profunda e genuína tristeza, fiquei ferida. Por outro lado, foi interessante reconectar-me com essa humildade e até essa insignificância que estava a sentir. Talvez seja isso que ser humano é no final...".

Jolie acrescentou ainda que passou por alguns problemas de saúde nessa mesma época. "Todas essas coisas se instalam em ti e lembram-te a sorte de estares viva", adiantou.

“É uma lição que passo aos meus filhos: a ideia de renovação e, por tudo isso, a possibilidade de alegria. Tive que redescobrir a alegria", completou.

Leia Também: Angelina Jolie e o emocionante reencontro com o filho mais velho

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.