Ariana Grande sempre foi honesta com os seus fãs e desta vez não foi exceção. A artista, de 26 anos, viu-se obrigada a cancelar um encontro com alguns admiradores antes de um concerto em Amberes, Bélgica, na passada semana, devido à ansiedade e depressão de que sofre, sublinha a imprensa internacional.

"Este é o momento de ser honesta. Ultimamente, a minha depressão e ansiedade têm estado no seu ponto mais forte. Tenho dado tudo de mim ao tentar deixar estes problemas de lado, contudo não consigo esconder mais", começa por revelar nas InstaStories.

"Hoje foi um dia duro. Depois de sofrer um par de ataques de pânico, creio que a melhor decisão que havia de tomar era cancelar os testes de som e os encontros com os fãs, guardando a minha energia para o espetáculo", acrescenta.

"Não quero que o nosso encontro seja algo rápido. Gosto de passar tempo com vocês, mas hoje não sou capaz de dar o melhor de mim", afirma, sublinhando que todos os afetados iriam ver o seu dinheiro devolvido.

"Desejava poder controlar estes ataques, mas como qualquer pessoa que sofre disto sabe, não é possível", completou Grande, pedindo desculpas uma vez mais.

Em ocasiões anteriores, Ariana já tinha falado abertamente da sua delicada situação, que surgiu após o ataque terrorista ao seu concerto em Manchester, em maio de 2017, no qual morreram 22 pessoas.

Leia Também: Ariana Grande processa marca de roupa Forever 21

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.