Lacey Rose

As principais estrelas femininas de Hollywood bem que se podem vangloriar das suas finanças, mas não as podem comparar com os rendimentos dos seus homólogos do sexo oposto.

Justo ou não, os homens mais bem pagos da indústria do entretenimento ganharam, no conjunto, uns alegados 1,2 mil milhões de dólares entre 1 de Junho de 2009 e 1 de Junho de 2010, face aos 835 milhões de dólares que as mulheres arrecadaram durante o mesmo período. Na verdade, a seguir a Oprah Winfrey, que graças aos 315 milhões de dólares que facturou é a pessoa mais bem paga da lista (incluindo ambos os sexos), a segunda mulher mais bem paga de Hollywood é Beyoncé Knowles que, se fosse incluída na lista masculina, surgiria apenas no 9º lugar. Além disso, as restantes mulheres mais bem pagas nem conseguiriam ter entrado nessa lista.

A culpa é da falta de realizadoras femininas de alto gabarito na indústria, já que esta profissão dominou a lista masculina. Devido às fortunas acumuladas com filmes de extraordinário sucesso como Star Wars, Transformers e Avatar, George Lucas, Michael Bay e James Cameron amealharam 95, 120 e 210 milhões de dólares, respectivamente.

Mas a profissão, em especial, no nível mais elevado, tende a contar com uma reduzida presença de mulheres, o que explica todo o burburinho em torno do Óscar atribuído a Kathryn Bigelow (ex-mulher de James Cameron) no início do ano. É uma pena que os elogios da crítica não se tenham traduzido num sucesso comercial. O seu filme Estado de Guerra gerou apenas alguns trocos quando comparados com os 2,8 mil milhões de dólares de Avatar. Obviamente que é escusado dizer que a realizadora não conseguiu entrar na lista das mulheres mais bem pagas de Hollywood.

De facto, a única mulher na nossa lista com uma verdadeira carreira na indústria cinematográfica é Sandra Bullock que se encontra na 6ª posição. Com dois êxitos de bilheteira (A Proposta e Um Sonho Possível) e a conquista de um Óscar no presente ano, Sandra Bullock arrecadou 56 milhões de dólares graças ao seu trabalho no ecrã e por detrás das câmaras como produtora.

De modo a determinarmos os rendimentos das mulheres da nossa lista, contactámos agentes, empresários, produtores e advogados. Muito embora alguns dos nomes sejam oriundos do mundo do cinema, televisão e talk shows, as cantoras dominam a lista. O seu poder de atracção a nível mundial é o que distingue mulheres como Lady Gaga (4º), Madonna (5º) e Taylor Swift (9º). Ao contrário das estrelas dos programas televisivos americanos, cuja popularidade raramente ultrapassa as fronteiras dos EUA, a maior parte dos rendimentos destas cantoras resultam de digressões mundiais.

Saiba mais na próxima página

Vejamos o exemplo de Beyoncé, que ganhou uns alegados 87 milhões de dólares no último ano. Apesar da sua colecção de contratos publicitários, linhas de roupa e perfumes terem-na ajudado a encher os bolsos, foi a sua digressão por 32 países e 6 continentes, denominada I Am..., que lhe rendeu muitos milhões de dólares. Descurada pela maior parte do universo do entretenimento há apenas alguns anos, Britney Spears traduziu o seu poder de atracção a nível internacional em rendimentos na ordem dos 64 milhões de dólares durante o período de 12 meses. A cantora realizou a quinta digressão mais lucrativa, arrecadando quase 130 milhões de dólares em receitas de bilheteira brutas, dando quase 100 concertos. O currículo de Britney Spears também inclui um famoso contrato publicitário com a Candies e uma colecção de lucrativos perfumes da Elizabeth Arden. Tudo isto foi suficiente para lhe garantir a 3ª posição na nossa lista e continuar a marcar presença nas luzes da ribalta.

Da mesma forma, Lady Gaga também pode agradecer à sua digressão mundial pelos 62 milhões de dólares que arrecadou no último ano. A popular cantora, que se estreou este ano na Lista das 100 Celebridades da Forbes e se encontra no 4º lugar da lista das Mulheres Mais Bem Pagas de Hollywood, andou na estrada, dando106 concertos que geraram 95 milhões de dólares. Tal como os restantes nomes da lista, Lady Gaga assinou alguns contratos publicitários e de marketing, com marcas como a Polaroid, Virgin Mobile e Viva Glam da MAC, aos quais se juntam as vendas de álbuns e respectivos vídeos de música. Lady Gaga é célebre por estar em permanente contacto com a sua base de fãs internacional através de redes sociais como o Facebook e o Twitter, nas quais tem mais fãs do que qualquer outra estrela.

A fechar o top 5, surge Madonna, que ganhou uns alegados 58 milhões de dólares. Com 52 anos, a cantora ainda não está preparada para passar o testemunho na hierarquia da música pop às mais jovens artistas. Além dos direitos de publicação e uma mão cheia de contratos publicitários no mundo da moda, a Material Girl original conta com a quarta digressão que mais dinheiro gerou em 2009, cobrando 6 milhões de dólares por concerto, perfazendo um total de 138 milhões. Agora, a artista prepara-se para lançar uma cadeia de ginásios, em todo o mundo, apropriadamente denominada "Hard Candy" fazendo referência ao seu álbum de originais de 2008.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.