A relação de Blac Chyna com o ex-companheiro Rob Kardashian voltou a azedar, relata a imprensa internacional. A modelo acusou Rob de ter tomado uma “decisão hipócrita” ao não dar autorização para que a menina surgisse no seu novo reality show.

A mesma não considera a decisão justa uma vez que Rob permitiu que a filha de dois anos e meio, Dream Kardashian, aparecesse no programa ‘Keeping Up With the Kardashians’.

Na sua conta de Instagram, Chyna, de 31 anos, publicou um comunicado acerca do assunto.

“Como produtora executiva do meu programa é muito injusto que o Rob não possa simplesmente ter uma conversa de adultos comigo 'a mãe da filha dele'”, afirma, sublinhando que o ex-companheiro apenas tem contactado com ela através do advogado, algo que considera desnecessário.

Blac refere ainda que a filha iria estar sempre protegida dos momentos mais explosivos que são transmitidos no programa, como por exemplo, as enormes discussões que tem com a mãe.

Para além disso, sublinha que as presenças que Dream faz no programa das Kardashian acontecem sem o seu consentimento.

“Também devo apontar a hipocrisia da insistência da família do Rob para que a Dream apareça no ‘Keeping Up with the Kardashians’ numa tentativa desesperada de aumentar as audiências de um programa obsoleto e combinado, sem a minha aprovação”, lamenta.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.