Brian May revelou que, recentemente, foi levado de urgência para o hospital após sofrer um ataque cardíaco. O guitarrista dos Queen, de 72 anos, recorreu à sua página de Instagram para falar deste momento, afirmando que esteve "muito perto da morte".

Brian conta que inicialmente achavam que apenas se tinha magoado enquanto tratava do seu jardim - aliás, recorde-se que na altura o próprio partilhou essa informação na rede social. Mas estado de saúde acabou por se agravar.

As dores não estavam a dar tréguas e acabou por fazer uma segunda ressonância magnética, que veio a revelar que tinha um nervo ciático comprimido. No entanto, tudo piorou quando sofreu um ataque cardíaco enquanto tratava das costas.

"O resto da história é um pouco mais bizarra. Fiquei chocado porque achava que era uma pessoa muito saudável e todas as pessoas diziam o mesmo - que 'tinha uma ótima pressão arterial, um ótimo batimento cardíaco'", disse, explicando que faz por se manter em forma com exercício físico e uma "boa dieta".

"De qualquer forma, no meio deste conjunto de lesões nas costas, sofri um ataque cardíaco", contou de seguida. "Foram cerca de 40 minutos de dor no peito e aperto, aquela sensação nos braços...", relatou, acrescentando que o seu "maravilhoso médico levou-o ao hospital" e que recebeu logo tratamento.

Brian recorda que estava consciente e que chegou a ouvir os médicos dizerem que era "muito mais complicado" do que pensavam. "Tive muita sorte em ser tratado como um caso de urgência", afirmou. "Mas acho que isto era uma urgência", frisou.

O artista revela ainda que tinha "três artérias entupidas e em risco de impedir a chegada do sangue ao coração".

O vídeo de Brian termina com o música a garantir que agora já se encontra bem, aproveitando ainda para agradecer à equipa médica.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.