Bruce Springsteen deu uma entrevista recentemente à revista Esquire na qual abordou um assunto bastante difícil na sua vida: o seu diagnóstico de esquizofrenia.

“Tive de me aproximar o suficiente [das doenças mentais] daquilo que eu sabia e não estava completamente bem comigo mesmo. Tive de lidar muito com isso ao longo dos anos”, afirmou, acrescentando que toma uma variedade de medicamentos que o mantêm equilibrado, pois caso contrário tudo se pode alterar de "forma dramática".

Neste sentido, Bruce explica ainda que constantemente está a vigiar os filhos, pois a doença já estava presente na sua família muito antes do seu pai, que também teve de lidar com ela.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.