Cristiano Ronaldo foi esta segunda-feira, dia 2 de setembro, distinguido com o prémio de Melhor Jogador do Ano na gala Quinas de Ouro. Um troféu que fez o craque português recordar o quão foi doloroso este ano a nível pessoal.

"A própria imprensa que tem sido uma selvajaria, não só comigo mas com todos", começou por dizer CR7 no seu discurso de agradecimento.

Ao que tudo indica, as palavras de Ronaldo são uma clara referência à forma como foi tratada nos meios de comunicação a acusação de violação de que foi alvo por parte de Kathryn Mayorga.

"Não posso deixar de frisar que para mim o ano de 2019 foi um ano difícil a nível pessoal", lamenta, deixando um aviso ao grupo de crianças que se juntou a ele em palco e a todos os pequenos fãs que tem espalhados pelo mundo: "Nunca se deixem influenciar pela imprensa, levem sempre a sério os vossos sonhos, sejam sempre sérios, acreditem nos vossos sonhos e não deixem que ninguém vos puxe para baixo".

"Vão para a cama e pensem que um dia vão ser alguém na vida. Foi aquilo que eu fiz", completou o jogador, recebendo um forte aplauso por parte de todos os presentes.

Leia Também: Georgina Rodríguez não quis vir a Lisboa? CR7 novamente sozinho em evento

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.