Steve Stanulis: é este o nome do segurança que trabalhou com Kanye West e outras celebridades. Conforme evidencia a imprensa internacional, este deu uma entrevista ao podcast 'Hollywood Raw' no qual revelou uma das que considerou ser algumas das "regras ridículas" impostas pelo rapper.

"Ele queria que ficasses 10 passos atrás dele na rua. Então, obviamente, se alguém se tentasse aproximar dele e fazer alguma coisa, até conseguir chegar lá e prevenir, já teria acontecido", notou.

No mesmo âmbito recordou o seu primeiro encontro com o artista. "Era a semana da moda. Deveria encontrar-me com ele no estúdio. Quando chegou lá, entramos no elevador e ele disse: 'Não vais apertar o botão do andar para onde vamos?' e eu disse 'não faço ideia de que andar é, é o meu primeiro dia'. Então ele começou a reclamar. 'Então quer dizer que não ligaste antes para saber para onde eu ia?'", contou.

"Respondi que não. E ele continuou a reclamar, nervoso. Então eu disse: 'Olha, podemos fazer isso de três maneiras. Uma, podes-me dizer que botão apertar e assim eu passo a saber. Dois, podes apertar o botão, eu vejo qual é e assim passo a saber. Três, podes continuar aí o dia todo a dizer-me o quão importante é o teu tempo e não vamos a lugar nenhum.' Essa foi a nossa primeira interação. Ele escolheu a primeira opção", recordou.

Para Stanulis, Kanye foi uma das pessoas mais difíceis com quem trabalhou, sobretudo devido à constante perseguição dos paparazzi. "Em primeiro lugar, é impossível que os paparazzi não sejam chamados. Não é possível que todas as vezes que eles estão a sair todas as pessoas sabem disso. De certeza que há alguém que liga para eles antes. É a minha opinião... ", concluiu.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.