Madonna está envolvida em mais uma polémica e desta vez contra um fã.

Depois de gastar cerca de 1000 dólares (900 euros) em bilhetes para um concerto agendado para as 20h30 do dia 17 de dezembro, Nate Hollander sentiu-se lesado pelo facto da atuação ter sido adiada para as 22h30 do mesmo dia.

O norte-americano considerou a situação inadmissível e decidiu fazer a cantora responder perante a justiça. Entrou com um processo contra Madonna e a Live Nation, a promotora do concerto, defendendo que os bilhetes perderam valor com a alteração do horário.

Este não é o único atraso que está a dar que falar. Na passada semana, um concerto em Las Vegas começou duas horas depois. A atuação estava marcada para as 22h30 e suscitou a irritação do público, que ficou à espera até depois da meia noite.

Leia Também: Antonio Banderas fala do 'fraquinho' que Madonna tinha por si nos anos 90

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.