Harry e Meghan Markle preparam-se para a maior mudança desde que deram o nó. Tal como já foi confirmado pela realeza, o casal irá deixar de viver do Palácio de Kensington e passará para a Frogmore Cottage, em Windsor.

O objetivo é que quer Harry, quer o irmão, William, tenham o seu próprio espaço, uma vez que o marido de Kate Middleton irá ser um dia rei.

Contudo e segundo o The Sunday Times, uma fonte revelou que os duques de Sussex queriam ser completamente independentes do palácio, desejo que não foi concedido pela rainha Isabel II.

“Eles queriam que o seu agregado familiar fosse completamente independente do Palácio de Buckingham, mas foi-lhes dito que ‘não’. Há uma estrutura institucional que não permite esse tipo de independência. A ideia é que é bom ter os duques de Sussex sob a jurisdição do palácio, para que não se afastem e façam as coisas à sua maneira”, justificou a fonte.

Assim, consta que Meghan e Harry pretendiam a “liberdade total da realeza” sendo que os planos acabaram por não se cumprir.

Tendo isto em conta, apesar de terem o seu lar, o casal irá continuar com um espaço reservado no Palácio de Buckingham para eventos de caráter oficial.

Importa lembrar que esta semana, a imprensa internacional noticiou que ao contrário do que se pensava os principais problemas verificavam-se entre os irmãos Harry e William e não entre Kate e Meghan.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.