Uma pesquisa britânica realizada por iniciativa do Museu de Ciência em Londres que dedicou uma das suas galerias às ciências do cérebro, genética e comportamento, debruçou-se sobre o tema "Quem eu sou?".

Em análise a capacidade de mentir dos seres humanos, ao que se concluiu que cada homem mente em média três vezes por dia, o equivalente a 1.092 mentiras por ano.

Já as mulheres parecem mais honestas: mentem em média duas vezes por dia, ou seja 728 vezes por ano.

Curiosamente a pessoa a quem mentem mais é à própria mãe, 25%, em detrimento do/da companheiro, somente 10%.

A mentira mais contada pelos homens é "Não bebi muito", sendo que entre as mulheres é a clássica "Está tudo bem" seguida de "Nâo foi muito caro".

Por outro lado, o sexo feminino sente mais culpa ao mentir: 82% disseram que a mentira pesa na sua consciência, em contraste com 70% dos homens.

Porém e em relação à qualidade da mentira são elas as que contam as melhores. Por último, 82% foi unânime em admitir existirem mentiras aceitáveis para protegerem alguém ou para não revelarem que não gostaram de um presente.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.