Esta semana, Donald Trump e a rainha Isabel II encontraram-se numa visita oficial do Presidente dos EUA ao Reino Unido que durou cerca de três dias. Tanto o presidente como a monarca marcaram presença em diversos compromissos, uns bastante formais que exigiram que a rainha se vestisse a rigor.

Ora, precisamente por causa disso surgiu uma ‘teoria da conspiração’ nas redes sociais que adianta que Isabel II enviou uma indireta a Trump através de uma tiara específica que usou.

“A rainha Isabel II é uma heroína. A tiara que ela está a usar é feita de 96 rubis que lhe foram oferecidos no dia do casamento pelas pessoas de Myanmar para a proteger contra as doenças”, afirmou um internauta.

“A tiara dela foi lhe oferecido para a guardar contra o mal. Ela usou-o na sua presença. É um máximo”, elogiou mais um.

A título de curiosidade foi a própria monarca que desenhou a peça em 1973, usando não só os rubis como também uma série de diamantes para a completar.

As pedras preciosas, tal como foi indicado, foram oferecidas pelas pessoas do Myanmar que acreditam que as mesmas conseguem proteger o seu dono contra o mau olhado e maldade.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.