Julio Iglésias parece ter aceitado que não tem outra opção senão fazer frente à queixa de Javie Sánchez-Santos, um filho de 42 anos que, alegadamente, teve com a bailarina portuguesa Edite Santos, nos anos 1970, e o qual nunca reconheceu.

Segundo a imprensa internacional, Iglesias respondeu à demanda judicial um ano depois do processo ser iniciado em tribunal. O artista sempre fez todos os possíveis para evitar que o referido processo seguisse em frente, mas o juiz do caso acabou por atender aos argumentos apresentados pela defesa de Santos.

O El País informa neste âmbito que foi concluído que os indícios aparentam ser "sérios", entre eles, uma prova de ADN que terá comprovado que o homem é mesmo filho do artista, com resultados fiáveis a 99,9%.

A mesma publicação acrescenta que como este teste foi feito de forma ilegal, então poderá ser pedido a Iglesias que seja repetido dentro dos trâmites da lei.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.