Justin Bieber está a abrir o seu coração para partilhar com o mundo alguns momentos menos bons do passado. O cantor publicou na sua conta do Instagram um longo desabafo onde lembra o momento em que alcançou a fama, aos 13 anos, e como foi crescer numa casa instável, tendo tido "acesso ao que quisesse".

Na mesma publicação, o cantor, de 25 anos, revela que os incontroláveis “altos e baixos” da vida de um artista fizeram com que começasse a consumir "drogas pesadas" aos 19 anos. Além disso, teve ainda um comportamento "abusivo" nas relações anteriores e admite que foi "desrespeitoso" com as mulheres.

"Tinha muito dinheiro, roupa, carros, prémios, conquistas, e mesmo assim sentia-me vazio", confessa, lembrando de seguida a separação dos pais, Jeremy Bieber e Pattie Malette.

"Não cresci num lar estável, os meus pais tinham 18 anos, separados, sem dinheiro, ainda jovens e rebeldes", lembrou, referindo que em apenas dois anos viu a sua carreira dar um salto e a tornar-se "extremamente bem-sucedido". "Era um rapaz de 13 anos, de uma cidade pequena, a ser elogiado em todo o mundo, com milhões a dizerem o quanto me amavam e o quanto eu era ótimo", recorda. "Tu ouves estas coisas, sendo um jovem rapaz, e começas a acreditar mesmo. A racionalidade vem com a idade", continuou.

Bieber realça ainda que a fama foi prejudicial para o seu crescimento pessoal, pois nunca aprendeu o verdadeiro significado de responsabilidade e nunca foi capaz de desenvolver outras habilidades além da carreira no mundo da música.

"As pessoas faziam tudo por mim e por isso nunca soube o que é ter responsabilidade", explicou. "Nessa altura, eu tinha 18 anos não sabia fazer mais nada, tinha milhões de dólares e acesso ao que quisesse. Este é um conceito muito assustador para qualquer pessoa. Aos 20 anos, tomei todas as decisões erradas e más que tu possas imaginar e passei de uma das pessoas mais amadas e adoradas do mundo para a pessoa mais ridicularizada, julgada e odiada", acrescentou.

E acabou por voltar-se para as drogas, tendo também tido um comportamento "abusivo". "Comecei a consumir drogas pesadas aos 19 anos e abusei de todos os meus relacionamentos. Tornei-me rancoroso, desrespeitoso com as mulheres e nervoso. Fiquei distante de todos os que me amavam e estava a esconder-me por trás da pessoa em que me tinha tornado. Sentia que nunca mais poderia mudar isso. Demorei anos para conseguir recuperar todas as decisões erradas, consertar as relações quebradas e mudar os hábitos nos relacionamentos".

Apesar da fase má que viveu e dos problemas que enfrentou, Bieber conta que encontrou conforto e apoio num grupo de pessoas, incluindo a atual mulher, Hailey Baldwin, que o "incentivaram a continuar".

Antes de terminar, destacou o seu casamento com Hailey. "Aprendes a ter paciência, confiança, comprometimento, bondade, humildade e todas as coisas necessárias para seres um bom homem", afirmou.

Veja o texto na íntegra:

Leia Também: Justin Bieber partilha conselho da avó sobre como controlar ansiedade

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.