Recentemente, durante uma entrevista à Vogue, Kim Kardashian revelou que estava a estudar para ser advogada. Se, por um lado, a novidade foi bem recebida pelos seus fãs, por outro, também não faltaram críticas.

Perante este panorama, a empresária publicou um longo texto na sua página de Instagram no qual apresentou o seu parecer quanto ao assunto.

Kim começa por explicar que tudo começou no ano passado quando se registou na Ordem dos Advogados da Califórnia para estudar advocacia. “Nos próximos quatro anos, num mínimo de 18 horas que são requeridas, irei fazer testes escritos e de múltipla escolha mensalmente.”, informa.

Entretanto, aproveita para responder aos ‘haters’: “Tenho visto comentários de pessoas que dizem que foi o facto de eu ser privilegiada ou de ter dinheiro que me trouxe até aqui, mas esse não foi o caso.”, esclarece. “Quero que as pessoas entendam que não há nada que nos deva limitar na perseguição dos nossos sonhos e na realização de novos objetivos. Podes criar os teus próprios caminhos, tal como eu.”, garantiu.

“Para todos aqueles que assumiram que este foi um caminho fácil, não foi. Os meus fins-de-semana são passados longe dos meus filhos enquanto leio e estudo. Trabalho o dia todo, ponho os meus filhos na cama e passo as noites a estudar. Há momentos em que me sinto exausta e que penso que não consigo fazer isto, mas tenho as conversas que preciso com as pessoas que me apoiam.”, adianta, acrescentando que chegou mesmo a mudar o número de telemóvel para que se pudesse concentrar verdadeiramente neste projeto.

“Nunca é tarde demais para seguires os teus sonhos.”, completa.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.