Dentro de 10 dias, Madonna regressa aos palcos nacionais para oito concertos no Coliseu dos Recreios, em Lisboa, a cidade que a artista americana elegeu para viver no fim de agosto de 2017. O primeiro espetáculo está marcado para o próximo dia 12, domingo, pelo que a cantora aterra na capital portuguesa já na próxima semana, depois de umas férias nas Maldivas, o destino paradisíaco que elegeu para entrar em 2020 na companhia dos quatro filhos adotivos.

Ahlamalik Williams, bailarino de 25 anos, o novo namorado de Madonna, 36 anos mais novo, também a acompanhou na viagem. Apesar das dores que a obrigaram a cancelar o último concerto em Miami antes de iniciar a etapa europeia da digressão "Madame X tour", a artista de 61 anos fartou-se de dançar no réveillon. "A receber o ano novo o melhor que consigo, com dois ferimentos, e, sim, estou a pagar por isso", lamentou num vídeo que partilhou com os fãs.

Visivelmente alegre, Madonna surge na gravação a dançar numa espécie de varão improvisado. "Não me arrependo porque se há uma lição que aprendi na vida é que nunca nos podemos arrepender. Nunca! A vida é uma jornada, um processo, todos cometemos erros, aprendemos com eles e seguimos em frente. 2019 deu cabo de mim e ensinou à Madame X [o atual alter ego da cantora] algumas lições caras mas ela não as troca por nada", desabafa mesmo a intérprete.

Em período de balanços, Madonna aproveitou a ocasião para agradecer aos que a rodearam nos últimos 12 meses, incluindo os músicos e os cantores portugueses com quem trabalhou e que até convidou para a acompanhar na nova digressão, como pode ver de seguida. "Sinto-me muito abençoada e agradecida pelas belas experiências e almas que encontrei, com quem criei e pelas quais me apaixonei no último ano", admitiu a intérprete de êxitos como "Vogue" e "Borderline".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.