Quando se trata de escolher o que vestir, a primeira-dama norte-america, Michelle Obama, de estilo invejável, tem temas-chave que motivam as suas escolhas.

A filosofia global do seu estilo?

"Tudo o que está no meu armário, é algo que gosto muito. Só sabendo que vou adorar qualquer coisa que vista, é que consigo escolher de acordo com o que faz sentido," confessou Michelle Obama, esta semana, aos jornalistas durante uma mesa redonda na Casa Branca para a sua campanha "Let's Move!".

Sempre que se trata de roupa casual, a primeira-dama tem vestido tudo, desde The Gap para H&M até à Target, observando que, "as minhas escolhas do dia-a-dia são muito práticas". Começo por perguntar. "Qual é a temperatura?", "Vou sentar-me na relva?", "Vou estar a jogar com as crianças?", "posso sentar-me no chão?"

Para o "look" da noite, Michelle O procura novos estilos e correntes, mas não porque ela é presa à novas tendências ou ao clássico, apenas porque tem cuidado com a forma como espalha a riqueza, "misturando coisas que são importantes para mim."

No final do dia, quer ela esteja usando um vestido de baile, ou chutando uma bola na relva com leggins e uma t-shirt, o que importa para Obama é o conforto, dado que ela tem assuntos bem mais urgentes para resolver. "Se estiver confortável com o que tenho vestido, isso é segundo a natureza. Depois, a minha atenção pode estar voltada paras as pessoas que se encontram comigo na sala e eu não terei que me preocupar se algo está a subir ou se os meus pés doem", referiu Michelle Obama, citada pela BET TV. "Eu não quero desperdiçar a ansiedade em algo tão limitado como roupas".

@SAPO

25 de Outubro de 2011

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.