Esta quinta-feira, dia 13, Neymar apresentou-se uma vez mais na 6ª Delegacia de Defesa da Mulher na Zona Sul de São Paulo, para depor sobre o caso no qual foi acusado de violar e agredir a modelo Najila Trindade Mendes de Souza.

Após ter estado durante três horas a responder a diversas perguntas, o craque sublinhou: "A verdade aparece cedo ou tarde. O único desejo que eu tenho agora é que esse caso acabe mais rápido possível".

Segundo o Jornal Nacional, Neymar garantiu às autoridades que nunca fez sexo com a modelo sem o consentimento desta. Para além disso, afirmou que se a agrediu foi a pedido da própria. O jogador vai mais longe e adianta que foi Najla quem posou para a fotografia onde surgem os seus glúteos.

O atleta contou também que Najila disse que o amava e que queria casar com ele. “Como ela pode me amar se nem me conhecia direito?”, questionou.

Por último, Neymar relatou que pretendia levar Najila a uma festa, mas que desistiu da ideia depois desta o ter agredido no segundo encontro. Aliás, nesta ocasião, a modelo nunca o terá acusado de violação, mas sim de a ter deixado sozinha, algo que a deixou bastante afetada.

Já na saída e em declarações aos jornalistas o avançado referiu: "Vou ser breve hein. Só agradecer ao apoio e carinho de todo mundo que está me mandando as mensagens. Todas as mensagens que recebi até hoje. Estou muito tranquilo".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.