Kodak Black, de 22 anos, admitiu em agosto que falsificou informações em formulários federais para comprar armas numa loja em Miami, em duas ocasiões distintas.

Black conseguiu três armas e uma delas foi encontrada no local de um tiroteio no passado mês de março, em Pompano Beach, embora não tenha tido nenhuma acusação nesse caso.

O rapper enfrenta ainda acusações de drogas e abusos sexuais e esta não foi a primeira vez que esteve preso.

Recorde-se que Kodak foi preso durante o festival de hip-hop Rolling Loud, em maio, por causa de vários incidentes violentos, incluindo um tiroteio. Desde então, Black permaneceu sob custódia.

"Tomei algumas decisões que não me orgulho", disse em tribunal. "Assumo toda a responsabilidade pelo meu incidente", acrescentou, como cita o Daily Mail.

Leia Também: Pete Doherty preso duas vezes numa semana em Paris

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.