Este talvez seja dos maiores escândalos em que Cristiano Ronaldo se vê envolvido. O jogador português está a ser acusado de ter violado Kathryn Mayorga, uma mulher norte-americana com quem se envolveu num hotel em Las Vegas, decorria o ano de 2009.

Ontem, o craque fez questão de negar todas as acusações de que está a ser alvo. Aliás, segundo um comunicado divulgado pela Associated Press para o defender neste caso Cristiano contratou David Chesnoff.

Trata-se de um advogado muito conhecido no mundo das celebridades por já ter trabalhado com nomes como o de Britney Spears (para anular o casamento relâmpago da cantora que apenas durou 55 horas) e até mesmo com Paris Hilton, na época em que a socialite foi acusada de ter em sua posse cocaína.

Apesar de ter sido apenas contratado esta quarta-feira, dia 3, a verdade é que David pôs logo 'mãos à obra'. O mesmo emitiu um comunicado no qual “desmente categoricamente” todas as acusações feitas contra o seu cliente. Para além disso, relembra que a investigação feita pela Polícia de Las Vegas, em 2009, quanto ao caso, não deu origem à abertura de um processo crime, pelo que acredita que o mesmo se repetirá.

Consta ainda de Chesnoff já defendeu vários casos relacionados com assédio e violação. Por exemplo, segundo a imprensa internacional, o advogado estará envolvido no processo de defesa de Harvey Weinsten, produtor de Hollywood acusado de abusos sexuais e cujo caso deu origem ao movimento #MeToo.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.