Numa altura em que os códigos de imagem são cada vez mais importantes na nossa sociedade quer a nível social, quer prof issional, e em que problemas económicos fazem parte da realidade mundial, criam-se grandes soluções para minimizar os nossos problemas.

Para que o equilíbrio se alcance surgem novas opções. Ouvimos então falar com grande regularidade em personal stylist ou em personal shopping. Desde centros comerciais, programas de televisão ou sites, estes são termos que fazem parte da nossa realidade. Fizemos uma pesquisa e debruçámo-nos no trabalho de algumas empresas como a Let’Shop ou da Style Your Life, de Alexandra Simões de Carvalho.

A Let’Shop «é uma empresa de serviços jovem e inovadora, especializada no aconselhamento de imagem e que vem desafiar o conceito tradicional de fazer compras». Asseguram, ainda, um resultado final de qualidade e confidencial.

Esta empresa dedica-se ao personal shopping e o cliente pode escolher entre 3 serviços possíveis: o Completo, o Express e o de Lingerie. As visitas são sempre realizadas por duas consultoras com vista a uma maior rentabilização de tempo. No primeiro serviço, é realizada uma pesquisa das lojas a visitar, ao passo que no Express é o cliente quem escolhe as lojas. Em qualquer uma das opções, ajudam-no a escolher as peças que melhor se lhe adequam, com base no orçamento e necessidades existentes.

Alexandra Simões de Carvalho identifica-se como uma personal stylist e afirma que o seu trabalho é ajudar a valorizar a imagem do cliente de acordo com o seu estilo e personalidade, sendo o seu principal objectivo garantir que no final da consultoria o cliente «tenha adquirido o know-how que lhe permita conseguir uma aparência concordante com a imagem que pretende transmitir», orientando-o para criar o seu estilo pessoal numa base de confiança interior.

Em algumas lojas de marca conceituada pode também encontrar este serviço, sendo que ao chegar ao local solicita um shopper adviser para realizar um look apropriado às suas necessidades. O único senão prende-se ao facto de o aconselhamento recair exclusivamente para os artigos existentes nesse espaço.

Coco Chanel, em reflexões publicadas no álbum L’Album du Fígaro, disse «a mulher pode ser crisálida e borboleta, seja crisálida durante o dia e borboleta à noite». O importante é saber o que se é e quando se é, mas se por algum acaso não souber como se mostrar, recorra às novas soluções que o mercado tem o prazer de lhe oferecer. ©

Texto: Madalena Pereira


Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.