Há quem afirme que a monotonia mata relações. Mesmo que nas as liquide, vai moendo. O mesmo se pode aplicar à cozinha. Por exemplo, e já que aqui tratamos de tartes, chega a hora de fazer as ditas e enveredamos pelo caminho do bocejo. Mesma base, mesmos ingredientes.

Porém, com alguma criatividade, uns quantos minutos de folga e sentido estético (não vai precisar de muito), pode catapultar a sua tarte para a estratosfera culinária. Não entrará em órbita, mas vai pairar por muito tempo nos seus apontamentos de cozinha.

Comecemos pela base. Não vai, aqui, inventar. Use uma embalagem de massa folhada de compra. Com esta, forre o interior de uma tarteira redonda de 22 cm. Havendo excesso de massa, corte-a e molde-a sobre a massa no interior da tarteira. Não vai, assim, desperdiçar.

Corte uma folha de papel vegetal em redondo. Disponha-a sobre a massa e crie peso com, por exemplo, grão ou feijão.

Entretanto, já pré-aqueceu o forno nos 180 ºC. Posto isto, leve a tarteira ao forno por oito minutos. Assim que terminar este tempo, retire a tarteira do forno, subtraia-lhe o enchimento que colocou. Volte a levar a tarteira ao forno por mais quatro minutos. Nesta altura a massa deve apresentar-se com um tom dourado.

a tarte espiral

Terminada a primeira operação que lhe ocupará perto de 15 minutos é chegado o momento de cuidar dos vegetais. Lave quatro curgetes médias e cinco cenouras, também médias.

Depois de cortar a casca dos vegetais (querendo, pode usá-las na tarte), com um cortador de legumes, extraia sucessivas lâminas de curgete e cenoura. No caso das curgetes, corte até ao ponto em que encontra as sementes. Não vai usar essa parte (pode reservar para incluir na base de uma sopa).

Esta operação vai ocupar-lhe perto de dez minutos, podendo aproveitar o tempo em que a massa está a assar no forno.

Dê uma rápida cozedura nos vegetais. Apenas um escaldão, de dois a três minutos, em água fervente, para que os vegetais se tornem mais maleáveis e tenros. Retire e reserve.

Entretanto, dentro de uma tigela, misture bem um queijo de cabra fresco (70 a 80 g) e um ovo (gema e clara). Tempere de sal. Com esta mistura, vai barrar o fundo da sua tarte. Faça-o uniformemente, sem se preocupar com as irregularidades.

Vai, agora, começar a forrar a sua tarte com as lâminas de vegetais. Faça-o partindo do bordo da tarte, com voltas sucessivas de curgete e cenoura até completar toda a área até ao ponto central.

Finalmente, tempere a tarte com azeite, pincelando-o, uma pitada de sal grosso e pimenta do reino.

Leve a tarte ao forno por 15 a 20 minutos, até os bordos das lâminas de vegetas se apresentarem tostados.

Retire do forno, desenforme e bom proveito.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.