Pêssego, arando, cenoura e laranja

O pêssego é rico em antioxidantes e, em especial, no ácido clorogénico, que é conhecido por proteger o corpo de cancro e outras doenças crónicas. Este antioxidante também é útil para reduzir a inflamação no organismo, auxiliando quem sofre de artrite, e ajuda a retardar o processo de envelhecimento. Consumir pêssegos é uma excelente maneira de limpar as toxinas do cólon, dos rins, do estômago e do fígado. O pêssego é rico em potássio, que reduz o risco de doenças renais e desenvolvimento de úlceras.

Como fazer? Reduza a sumo dois pêssegos, 140 g de arandos frescos, duas cenouras médias, duas laranjas grandes descascada, um pedaço de gengibre fresco (1 cm) e deite num copo com gelo para servir.

(Fonte: Vogais)

Para acompanhar esta receita passo a passo clique na imagem abaixo.

créditos: Vogais

Funcho, ananás e aipo

O funcho está intimamente relacionado com a salsa, a cenoura e o coentro. Combina bem com outros alimentos, evidenciando os seus sabores. Foi tido em alta estima na medicina romana há mais de dois mil anos e usado para aumentar a longevidade, a força e a coragem. O funcho tem diversos benefícios saudáveis surpreendentes, incluindo o alivio da anemia, indigestão, inchaço abdominal, flatulência, obstipação, cólicas, diarreia, doenças respiratórias e sintomas menstruais, e pode também ajudar com infeções respiratórias superiores.

Como fazer? Reduza a sumo uma maçã fuji ou gala, um quarto de ananás, três talos de funcho (com as frondes), dois talos de aipo e um pedaço de gengibre (1 cm). Deite o sumo resultante num copo com gelo para servir.

(Fonte: Vogais)

Funcho, ananás e aipo

Couve-roxa e mirtilo com sésamo

As sementes de sésamo são ricas em ácidos gordos, monoinsaturados, que ajudam a baixar os níveis de colesterol “mau” (LDL) no sangue e a aumentar o colesterol “bom” (HDL). São uma fonte valiosa de proteínas dietéticas com aminoácidos de grande qualidade, essenciais para o crescimento, especialmente das crianças. São considerados uma potência nutritiva, também ricos em cálcio, ferro, magnésio, zinco, manganésio, selénio e cobre. Muitos destes minerais têm um papel vital na mineralização óssea, na produção de glóbulos vermelhos, na síntese enzimática, na produção hormonal e na regulação da ação cardíaca e do músculo-esquelético.

Como fazer? Reduza a sumo 180 g de couve-roxa, um quarto de pepino, uma maçã fuji ou gala, 120 g de uvas e 150 g de mirtilos. Deite o sumo obtido numa liquidificadora, junte 125 g de mirtilos, uma colher de chá de sementes de sésamo e uma mão-cheia de gelo e triture até ficar homogéneo.

(Fonte: Vogais)

Sumo 3. Couve-roxa e mirtilo com sésamo:
créditos: Vogais

Melão, pera e batata-doce

O melão é altamente subestimado, especialmente porque contém antioxidantes, vitaminas e minerais que ajudam a evitar muitos problemas de saúde, como cancros, malformações congénitas e hipertensão. Também contém um anticoagulante que ajuda a prevenir AVC´s e doenças cardíacas, Os melões também contém colagénio, que afeta a integridade da estrutura celular em todo o tecido conjuntivo, como a pele.

Como fazer?  Reduza a sumo duas peras e uma batata-doce pequena com casca. Deite o sumo obtido numa liquidificadora com meio melão pequeno sem pevides e aos cubos e uma mão-cheia de gelo e triture até ficar cremoso.

Sumo 4. Melão, pera e batata-doce

Couve-roxa e gengibre com limão

A couve-roxa dá-lhe uma pele radiosa e um sistema imunitário forte. Os antigos curandeiros declaravam que era um alimento da Lua, porque crescia ao luar. Agora sabemos que o seu poder vem do conteúdo rico em enxofre e vitamina C. É pobre em calorias e é alegadamente um “alimento do cérebro”, uma vez que é rica em vitamina K e autocianinas, que ajudam na função cerebral e na concentração. Estes nutrientes também ajudam a evitar danos nos nervos, melhorando a defesa do organismo contra a doença de Alzheimer e a demência.

Como fazer? Para fazer este sumo reduza a líquido 100 g de couve-roxa (picada), uma beterraba pequena, três maçãs fuji ou gala, um limão descascado, um pedaço de gengibre fresco com 1 cm.

Deite num copo com gelo para servir.

(Fonte: Vogais)

Sumo 5. Couve-roxa e gengibre com limão:

Groselha vermelha, abacate e morango com lucuma

A lucuma em pó é feita a partir do fruto da árvore subtropical lucuma, nativa do Peru, do Chile e do Equador e é normalmente vendida em pó. Diz-se ter um sabor que está algures entre o xarope de ácer e a abóbora e é muitas vezes usada como condimento. Também oferece uma variedade de benefícios para a saúde, pois é uma fonte rica de antioxidantes, fibra, hidratos de carbono, vitaminas e minerais, necessários para uma ótima saúde.

Como fazer? Para fazer este sumo reduza a líquido 100 g de groselhas vermelhas, um quarto de beterraba pequena, duas maçãs fuji ou gala, meio talo de aipo e meio limão descascado. Deite o sumo obtido numa liquidificadora com o ¼ de abacate, 200 g de morangos, 125 ml de água de coco, uma colher de chá de lucuma em pó e uma mão-cheia de gelo e triture até ficar homogéneo.

(Fonte: Vogais)

Groselha vermelha, abacate e morango com lucuma

Maçã, quivi e cenoura

O velho ditado de que a cenoura é boa para os olhos é um dos poucos em que acertamos. A cenoura é rica em betacaroteno, que é convertido em vitamina A no fígado. A vitamina A é transformada na retina em rodopsina, um pigmento roxo necessário para a visão noturna. Tem-se provado que o betacaroteno protege da degeneração macular.

Como fazer? Reduza a sumo duas maçãs granny Smith, meio quivi descascado, duas cenouras grandes, 25 g de salsa, um talo de aipo e deite num copo com gelo para servir.

(Fonte: Vogais)

Sumo 7. Maçã, quivi e cenoura:

Laranja e pera com espinafres, pepino e pevides de abóbora

As sementes de abóbora são fontes concentradas de muitas vitaminas, minerais e antioxidantes que beneficiam a saúde e todos os aminoácidos essenciais importantes. Contém magnésio para um coração saudável, triptofano para um sono reparador, zinco para suporte imunológico e tem benefícios anti-inflamatórios. São boas para a saúde da próstata. Ricas em gorduras saudáveis, proporcionam benefícios para a saúde do coração e do fígado e alguns estudos sugerem que podem ajudar a melhorar a regulação da insulina.

Como fazer? No copo da máquina de fazer sumos, coloque a uma pera, uma laranja descascada e meia lima descascada, depois 30 g de espinafres bebé e, finalmente, 30 g de pepino. Reduza tudo a sumo.

Deite o sumo obtido numa liquidificadora, junte meia banana madura, quatro colheres de sopa de água de coco, uma colher de sopa de pevides de abóbora picadas, uma colher de chá de superalimento verde em pó, uma colher de chá de óleo de coco e uma mão-cheia de gelo. Triture até ficar cremoso.

(Fonte: Vogais)

Sumo 8. Laranja e pera com espinafres, pepino e pevides de abóbora:

Beterraba e gengibre com limão, maçã e sementes de chia

A beterraba é rica em muitos nutrientes, incluindo as vitaminas A, B e C, potássio, magnésio, fibra, fósforo, ferro, betacaroteno, betacianina e ácido fólico. É um tónico fabuloso para o fígado, pois funciona como purificador do sangue e pode ajudar a prevenir vários tipos de cancro. A beterraba também pode ajudar a saúde mental, uma vez que contém betaína, a substância que é usada em certos tratamentos para a depressão, e triptofano, que relaxa a mente, baixa a pressão arterial e cria uma sensação de bem-estar.

Como fazer? Para fazer este sumo deite 225 ml de água de coco numa liquidificadora, junte uma colher de sopa de sementes de chia e deixe de molho durante 30 minutos. Coloque duas maçãs fuji ou gala no tubo da máquina de fazer sumos, ponha 145 g de salsa em cima, e depois duas beterrabas pequenas, dois limões descascados e um pedaço de gengibre fresco com 2,5 cm. Reduza a sumo. Deite o sumo na liquidificadora com as sementes de chia demolhadas, triture até ficar homogéneo. Deite num copo com gelo e sirva.

(Fonte: Vogais)

Sumo 9. Beterraba e gengibre com limão, maçã e sementes de chia:

Pimento vermelho e cenoura com melão e pimenta- de-caiena

No passado, a pimenta-de-caiena foi usada para uma variedade de padecimentos, incluindo a azia, delírio, gota, dispepsia, flatulência, dor de garganta, amigdalite e escarlatina. É um auxiliar digestivo muito conhecido, uma vez que pode estimular o sistema digestivo, aumentando o fluxo de produção de enzimas e sucos gástricos, que por sua vez ajudam a metabolizar os alimentos e as toxinas, aliviando o gás intestinal e mantendo o intestino a funcionar eficientemente. As investigações têm demonstrado que os participantes de um estudo que tomaram pimenta-de-caiena ao pequeno-almoço ficaram com menos apetite, levando a um menor consumo de calorias ao longo do dia.

Como fazer? Para fazer este sumo reduza a líquido a uma cenoura média, meio pimento vermelho sem sementes, 45 g de couve-roxa picada, uma maçã fuji ou gala e 1/8 de ananás. Deite o sumo obtido numa liquidificadora, junte 300 g de melancia sem casca e aos cubos, uma pitada de pimenta-de-caiena e uma mão cheia de gelo. Triture até ficar homogéneo.

(Fonte: Vogais)

Sumo de Pimento vermelho e cenoura com melão e pimenta de caiena: