Biscoitos de chocolate e nozes

(Rende 12)

“Uma receita de biscoitos deliciosos e crocantes muito rápidos de fazer. Não são confecionados com produtos de origem animal e, escolhendo os ingredientes corretos, conseguimos mantê-los com um baixo índice glicémico, o que os torna próprios para quem quer manter os níveis de açúcar no sangue estáveis”.

Pré-aqueça o forno a 150 °C. No robot de cozinha junte 120 g de farinha de trigo, 100 g de açúcar de coco, 30 g de cacau, uma colher de chá de fermento em pó e uma pitada de sal fino. Misture tudo. Acrescente oito colheres de sopa de leite de soja, quatro colheres de sopa de óleo vegetal, ½ colher de chá de aroma de baunilha, 80 g de manteiga de avelãs ou de amêndoas. Pulse três a quatro vezes até estar tudo misturado.

Junte 50 g de nozes e 100 g de chocolate negro 80% de cacau e pulse mais uma vez para os incorporar.

Num tabuleiro forrado com papel vegetal, coloque bolinhas da massa preparada e achate-as ligeiramente. Leve a cozer no forno 15 a 20 minutos.

O centro dos biscoitos estará mole quando os retirar do forno, mas rapidamente ficarão crocantes.

Deixe arrefecer numa rede e guarde numa caixa fechada.

Biscoitos de chocolate e nozes (rende 12):

Crumble de pera e mirtilos

“A combinação perfeita entre as peras e os mirtilos é coroada com um crumble de amêndoas e coco. É uma sobremesa deliciosa, ou um lanche diferente, ou até mesmo um pequeno-almoço bastante completo se servido com um pouco de iogurte”.

Ligue o forno a 180 °C.

Prepare o recheio, misturando num tabuleiro 350 g de peras descascadas e sem caroço e 90 g de mirtilos com 30 g de xarope de ácer e uma colher de sopa de amido de milho.

À parte prepare o crumble, misturando 50 g de coco ralado, 40 g de amêndoa ralada, 20 g de margarina vegetal amolecida e 10 g de xarope de ácer se quiser. Amasse bem com os dedos.

Coloque esta mistura por cima da fruta.

Leve ao forno durante 30 a 40 minutos, até a fruta estar cozida e o crumble dourado.

Se vir que está a escurecer rapidamente, coloque uma folha de alumínio por cima.

Retire do forno, sirva morno ou frio.

Crumble de pera e mirtilos:

Muffins de batata-doce

(Rende 8)

“Estes muffins são fofos, delicados e ao usarmos a batata-doce evitamos os ovos ou açúcares em excesso. O topping de aveia e canela é obviamente opcional, mas a textura crocante que lhes dá torna-os ainda mais irresistíveis. Por isso, se lhe sobrou batata-doce assada, é uma excelente oportunidade para os experimentar”.

Numa tigela misture 160 g de batata-doce assada feita em puré, 120 g de leite de soja ou outro que prefira, 80 g de açúcar de coco, 50 g de óleo de coco, duas colheres de sopa de geleia de arroz, uma colher de sopa de sumo de limão.

Noutra tigela misture 220 g de farinha integral, duas colheres de chá de fermento, uma colher de chá de bicarbonato e meia colher de chá de canela em pó e meia colher de chá de gengibre em pó.

Junte o conteúdo dos dois recipientes e misture bem.

Coloque a massa nas formas de muffins.

Para fazer o topping, misture 50 g de flocos de aveia finos, duas colheres de sopa de açúcar de coco, duas colheres de sopa de óleo de coco liquido, e colher de chá de canela em pó. Coloque o topping por cima da massa de cada um dos muffins.

Leve ao forno cerca de 20 a 30 minutos até estarem cozidos.

Retire e deixe arrefecer.

Muffins de batata-doce (rende 8):

Barrinhas de alperce

(Rende 12)

“Estas barrinhas estão repletas de alimentos muito nutritivos e são um pequeno-almoço perfeito para quem sai a correr de casa ou um lanche saciante. Os alperces secos são muito ricos em potássio, fibras e betacaroteno, além de não conterem demasiadas calorias. Escolha-os sem açúcar e de preferência sem sulfitos”.

Forre um tabuleiro de 20x20 cm com papel vegetal. Aqueça o forno a 180 °C.

Numa tigela misture 200 g de flocos de aveia grossos, 40 g de sementes de chia, 60 g de sementes de girassol, 50 g de amêndoa picada, 100 g de alperces secos picados.

Noutra taça misture três quartos de chávena de água a ferver, meia chávena de geleia de arroz e 100 g de puré de maçã.

Junte o conteúdo dos dois recipientes. Coloque no tabuleiro, pressione bem e leve ao forno até dourar, entre 20 a30 minutos.

Retire e deixe arrefecer.

Corte em quadrados e guarde no frigorífico numa caixa.

Barrinhas de alperce (rende 12):

Fudge de chocolate e amendoim

“Porque há alturas em que parece que só o chocolate nos pode satisfazer, surge a receita deste fudge. É perfeito em tudo: na textura, na mistura de sabores entre o chocolate e a manteiga de amendoim, na rapidez com que se faz e, sobretudo, na capacidade que tem de nos satisfazer, mesmo quando parece que nada o conseguirá!”

Derreta o conteúdo de uma chávena de chocolate negro 70% cacau em banho-maria. Junte três colheres de sopa de xilitol e incorpore bem no chocolate. Retire do lume e misture muito bem os restantes ingredientes (uma chávena de chá de manteiga de amendoim, uma colher de chá de aroma de baunilha, meia colher de chá de sal fino, um quarto de chávena de chá de amendoim picado).

Coloque num tabuleiro pequeno untado com óleo de coco para retirar o fudge mais facilmente.

Leve ao frigorífico até solidificar, pelo menos duas horas.

Corte em pequenos quadrados. Pode polvilhar com cacau em pó. Sirva imediatamente ou guarde no frigorífico e vá retirando à medida que precisa.

Fudge de chocolate e amendoim: