O Havai pode muito bem torna-se no primeiro estado norte-americano a proibir o consumo de tabaco.

O deputado e médico Richard Creagan defendeu numa entrevista ao Hawaii Tribune-Herald que "o Estado tem por obrigação defender a saúde pública" e que, por isso, se optar por não banir o vício "estará a matar pessoas".

Atualmente, é preciso ter 21 anos para comprar tabaco em qualquer loja do Havai. A proposta do deputado quer que a partir do próximo ano esse limite mínimo seja de 30 anos, 40 em 2021, 60 em 2023 e 100 em 2024.

Uma contradição apontada por Creagan

A proposta já foi entregue no parlamento de Honolulu.

Richard Creagan diz que é uma contradição impedir a venda de alguns medicamentos sem receita médica e depois permitir a venda quase livre de algo que é muito prejudicial.

O arquipélago no Pacífico já tem uma das legislações mais duras do país contra o tabaco. Em algumas praias, por exemplo, é totalmente proibido fumar.

Os impostos arrecadados com o tabaco garantem cerca de cem milhões de dólares por ano ao estado do Havai, escreve a CNN.

A proposta democrata é também uma forma de diminuir progressivamente a dependência do estado face aos impostos do tabaco, defende o deputado.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.