Dormir

Um estudo da Escola Médica da Universidade de Nihon, no Japão, descobriu que as mulheres que não dormiam o suficiente - menos de cinco horas por noite - tinham níveis de mau colesterol mais alto e de bom colesterol mais baixo. Nunca esquecer que o metabolismo do colesterol acontece durante o sono, portanto a falta dele desregula o processo.

Use bergamota

A bergamota é quase o cruzamento entre uma laranja e um limão. Os investigadores acreditam que a alta concentração de flavonóides são o seu segredo no combate ao colesterol mau. Dois dos seus flavonóides são conhecidos por inibirem a formação de placa nas artérias, segundo investigadores da Universidade de Bolonha.

Beba vinho (mas com moderação)

O vinho tinto não reduz o colesterol mau, mas aumenta o bom - o HDL - limpando as artérias. Porém, há que beber com moderação porque o excesso de álcool é extremamente nocivo para a saúde.

Coma tofu

Segundo investigadores da Escola Médica de Harvard, comer tofu e soja diariamente pode reduzir o colesterol mau em 5 a 6%.

Procure os fitoesteróis

Algumas manteigas e margarinas contém estes esteróis que estão naturalmente presentes em plantas. Os fitoesteróis só chamaram a atenção dos cientistas recentemente. Estes reduzem o nível de colesterol plasmático, embora o mecanismo que gera essa diminuição da colesterolemia não seja ainda totalmente conhecido.

Consuma groselha indiana

Este fruto tem tanta vitamina C como duas laranjas, o que lhe dá algum poder no combate ao colesterol. Este fruto contém ainda antioxidantes que juntamente com o complexo vitamínico deste fruto ajudam a desbloquear as artérias.

Coma levedura de arroz vermelho

É um tipo de levedura que contém monacolina K, que é o mesmo composto encontrado na estatina lovastatina. Tal composto é importante na regulação dos níveis de bom e mau colesterol. Estudos revelaram que cápsulas de levedura de arroz vermelho pode reduzir o colesterol LDL em 10% a 30%.

Introduza a raiz de alcaçuz na sua alimentação

Tem propriedades na redução do colesterol e do excesso de gordura corporal.

Use extrato de cebola

Um estudo apresentado à Sociedade Norte-Americana de Endocrinologia descobriu que o extrato de cebola reduz o colesterol total em ratos diabéticos. Outros estudos já tinham descoberto que a cebola era eficaz na redução do colesterol mau (LDL) e do excesso de açúcar no sangue de ratinhos.

Pectina

Esta fibra consegue reduzir o colesterol até 10%, de acordo com investigadores holandeses. Funciona como os fitosteróis, uma vez que a pectina impede que o mau colesterol seja absorvido pelo corpo. A pectina pode ser encontrada em quantidades satisfatórias na maçã.

Laxante

As fibras solúveis encontradas em alguns laxantes ajudam a bloquear a absorção de colesterol no sangue.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.