"Desde o dia 01 março, foram realizados mais de 770 mil testes diagnóstico de COVID-19", número apurado depois de "uma atualização do número de amostras processadas por todos os laboratórios", disse António Lacerda Sales, durante a conferência de imprensa diária para atualização de informação sobre a pandemia em Portugal.

Segundo o governante, Portugal conseguiu "mesmo passar a barreira dos 20 mil testes diários" no passado dia 15 e "já foram feitos em maio mais testes que no mês de abril".

Em relação a testes positivos, "a situação não é igual em todo o país", frisou, referindo que na passada segunda-feira, do total de testes feitos nas regiões do país, a região de Lisboa e Vale do Tejo registou 7% de testes positivos, a do Norte 4%, a do Algarve 2% e as regiões da Madeira, dos Açores e do Alentejo registaram 0%.

"No total nacional, desde o dia 11 de maio, a percentagem de resultados positivos foi sempre inferior a 5%", sublinhou António Lacerda Sales.

Portugal contabiliza 1.356 mortos associados à COVID-19 em 31.292 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre a pandemia divulgado na terça-feira.

Relativamente ao dia anterior, há mais 14 mortos (+1%) e mais 285 casos de infeção (+0,9%).

O número de pessoas hospitalizadas baixou de 513 para 510, das quais 66 se encontram em unidades de cuidados intensivos (menos uma).

O número de doentes recuperados é de 18.349.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.