No Japão a doação de órgãos é um assunto pouco valorizado. Para mudar essa visão junto da população, a organização Second Life Toys surgiu com a ideia de fazer transplante de órgãos em bonecos de peluche.

A organização recebe os bonecos estragados, que entram numa fila de espera, para receberem o transplante do órgão em falta. Depois podem receber a perna de um outro peluche completamente diferente. Esta ação serve como metáfora para o transplante de órgãos, como uma forma de salvar vidas.

No site, a organização explica que recebe peluches "para transplante" e brinquedos que serão dadores.

O peluche que foi enviado para transplante passa por todo o processo de um transplante, e fica em lista de espera. No final, aparecem girafas com pernas de elefante, elefantes com trombas de rabo de tigre, ursos com braços de macaco...

Os que enviarem peluches para serem dadores, recebem uma carta a explicar para que fim serviu o boneco.

"A nossa esperança é que através deste site e da iniciativa, mais pessoas sejam consciencializadas para a importância do transplante de órgãos e que realmente contribuam para que mais vidas sejam salvas", referem os criadores da ideia no seu site.

artigo do  Susana Krauss

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.