Muitas mulheres em todo o mundo recorrem a este tipo de operação por questões estéticas mas também para resolver problemas que afetam a sua vida sexual. No caso de pretender recorrer a uma labioplastia, saiba que existem duas opções. A técnica a utilizar depende dos casos e do próprio cirurgião mas, se o procedimento cirúrgico for uma redução dos lábios menores, reduz-se o tamanho e a forma dos lábios menores.

Por razões congénitas ou de outro tipo, há casos em que os lábios vaginais estão deformados, descolados ou são assimétricos, um problema que não é assim tão incomum. "A pessoa sente-se desconfortável quando usa fato de banho ou roupas mais apertadas", revela o cirurgião plástico Biscaia Fraga. Se se tratar de um aumento dos lábios maiores, a técnica baseia-se em extrair gordura de alguma parte do corpo.

Essa gordura é, de seguida, infiltrada, depois de previamente enriquecida com fatores de crescimento plaquetários (PRGF) nos lábios maiores que tenham perdido volume inicial com o passar do tempo ou com a perda de peso, como por vezes sucede. Esta cirurgia é menos frequente que a anterior. Esta operação realiza-se, habitualmente, com anestesia loco-regional e dura aproximadamente cerca de meia hora. Não requer hospitalização nem anestesia geral. "A paciente vai para casa a seguir à intervenção", garante Biscaia Fraga.

Com a redução dos lábios, devolve-se a aparência inicial da zona, eliminando as malformações que originavam desconforto. Com o aumento dos lábios maiores, a vulva recupera o seu aspecto saudável. "A técnica ideal é aquela que consegue, perante cada caso clínico, atingir um resultado anatómico o mais perfeito possível", fundamenta o especialista, habituado a ser procurado para este tipo de cirurgias.

"Os resultados, quer morfológicos, quer funcionais, são muitíssimo bons", assegura o especialista. "Até hoje, nunca tive de voltar a operar uma paciente", afirmou, no início da década, em declarações à edição impressa da revista especializada Ultimate Beauty. O preço de uma labioplastia, ronda, aproximadamente, os 3.000 €. O valor varia em função da clínica selecionada e/ou do cirurgião plástico contratado.

Texto: Cláudia Pinto

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.