No total, mais de 6.075.070 casos foram oficialmente diagnosticados em 196 países e territórios desde o início da epidemia, dos quais 2.502.600 foram considerados curados.

Os Estados Unidos, que registaram o primeiro caso no início de fevereiro, são o país mais afetado tanto em número de casos como em número de mortos, com 103.781 mortes em 1.770.384 casos, e pelo menos 416.461 pessoas foram declaradas curadas.

Depois dos Estados Unidos, os países mais afetados são o Reino Unido, com 38.376 mortos em 272.826 casos, a Itália, com 33.340 mortos (232.664 casos), o Brasil (28.834 mortos em 498.444 casos) e a França (28.771 mortos em 188.625 casos).

A China (excluindo os territórios de Macau e Hong Kong), onde a pandemia teve início no final de dezembro, contabilizou oficialmente um total de 83.001 casos (dois novos entre sábado e hoje), dos quais 4.634 mortos (zero novos) e 78.304 curados.

Desde sábado às 20:00, o Ruanda anunciou a primeira morte ligada à covid-19 no seu território.

A Europa totalizava hoje 177.780 mortes em 2.144.927 casos, os Estados Unidos e o Canadá 110.916 mortos (1.860.545 casos), a América Latina e Caraíbas 50.631 mortes (985.276 casos), a Ásia 16.134 mortos (537.209 casos), o Médio Oriente 9.437 mortes (397.419 casos), África 4.056 mortes (141.136 casos) e a Oceania 132 mortes (8.565 casos).

O número de casos diagnosticados reflete apenas uma fração do número real de contaminações, dado que alguns países apenas testam os casos graves, outros utilizam testes sobretudo para rastreamento e vários países pobres têm capacidades limitadas de despistagem da doença.

O balanço foi realizado a partir de dados recolhidos pela agência France-Presse com base nos dados das autoridades nacionais e da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.