Como não se sabe como é o dia de amanhã e que portas é que é conveniente que não se fechem, o melhor é delinear bem aquele que é um momento delicado. Afinal de contas, a reputação que construiu e que deve manter é o seu legado, até porque a vida dá muitas voltas e os bons relacionamentos profissionais devem manter-se. Saiba como apresentar a sua demissão e sair deixando as portas abertas.

Refletir
Antes de mais é necessário que pondere bem acerca dosa porquês da decisão. Por vezes pode ser apenas uma fase mais insatisfatória ou algo pontual que pode muito bem vir a ser resolvido a curto prazo. Não tome uma decisão destas por impulso!

Comunicar
Evite falar do assunto com colegas ou alguém que pode estar relacionado com a empresa. É importante que a primeira pessoa a saber seja o seu chefe direto. Inclusive até pode falar com ele antes da decisão final, uma vez que pode ser uma questão contornável.
A conversa deverá ser feita no momento certo e não guardar para a última da hora. O ideal será agendar uma hora conveniente para ambos, ser prático e objetivo, deixando de lado qualquer expetativa ou rodeios enunciando as razões que influenciaram a decisão. Esclareça os seus motivos, seja transparente e direto: proposta aliciante, insatisfação com o rumo da empresa, mudança de carreira, entre outros, mas nunca 'lave roupa suja', ou seja, se teve algum dissabor ou desavença com ele, não vale a pena falar acerca da mesma. Caso o seu chefe venha a reagir de forma abrupta, não reaja e volte a falar num altura mais conveniente e onde os ânimos estejam menos alterados.

Carta de demissão
Esta deverá ser escrita e enviada registada através dos correios ou entregue em mão, ficando para si um registo em como foi recebida. A carta deve ser breve, não tem de conter os motivos da saída, mas agradeça sempre o tempo passado na empresa e deverá constar o dia em que sai e o tempo que tem de dar. Há vários formatos na internet que pode consultar, bem como dicas do Ministério do Trabalho.

Combinar prazos
Por vezes existe pressão para começar na outra empresa, mas não pode ceder à mesma. Tem de deixar as coisas em ordem na que está, combinar o tempo que tem de dar e passar o trabalho a quem de direito. Faça ver ao novo empregador que a transição leva tempo e que tem a empresa de onde sai em grande consideração.

Passar a pasta
Faça o levantamento de todas as suas responsabilidades, projetos e afins e prepare todo o material que é necessário para que não falte nada ao substituto. Inclusive, pode enviar um email a todos os intervenientes referindo esse levantamento e como vai ser o procedimento. Como irá ser uma fase de alguma intensidade e até de fragilidade, trabalhe e cumpra com a maior eficácia possível e seja cordial e educado.

Agradeça e disponibilize-se
Escreva um email ao seu chefe e agradeça o tempo que passou na empresa e as oportunidades que lhe proporcionaram. Não obstante, refira que está disponível para ser contactado para qualquer questão que surja.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.